Homem suspeito de atear fogo em casa e matar os 3 filhos, sonhava em ser pai e pretendia adotar um quarto filho

Em vídeos e postagens nas redes sociais, ele se mostrava um pai carinhoso e cuidadoso e revelou que pretendia adotar um quarto filho. Ele explica que os nomes das crianças foram escolhidos ainda durante a sua infância.

Ricardo Reis de Faria de 33 anos foi preso suspeito de colocar fogo na própria casa e matar os três filhos carbonizados.

De acordo com a investigação Ricardo sonhava em ter o quarto filho postava nas redes sociais esse mostrando cuidadoso, carinhoso e gostar muito de crianças, estava pretendendo adotar o quarto filho, ele chegou a dizer nas redes sociais que os nomes dos filhos foram escolhidos durante a sua infância.

PUBLICIDADE

A justiça decretou a prisão temporária de Ricardo após ele prestar depoimento na delegacia e colocar várias versões diferentes para o incêndio que aconteceu na última quarta-feira (17) na casa onde morava com as crianças em Poá São Paulo.

Ricardo conta nas redes sociais sobre as adoções de cada filho, ele fala sobre Gabriel que foi adotado com um ano de idade estava em um abrigo, ele foi adotado e também a sua irmã chamada Fernanda.

PUBLICIDADE

Em seguida adotou um bebê de apenas dois meses Lorenzo, nesse tempo a família estava crescendo já eram três, estavam felizes e sempre postava vídeos falando sobre alegria que os filhos trazia para ele e pretendia adotar um quarto filho.

Os bombeiros informaram que o incêndio aconteceu no quarto onde estavam as crianças, elas estavam trancadas, uma adolescente de 14 anos Fernanda, uma criança de 9 anos Gabriel e Lorenzo de apenas 2 anos de idade.

Uma vizinha foi a primeira acionar o socorro, ela ouviu os gritos e viu as chamas, o companheiro Leandro que está separado de Ricardo há apenas 3 meses chegou a dizer que o namorado quis reatar o relacionamento, mas ele não queria mais, Ricardo dizia que sem ele a família não fazia sentido.

Testemunhas disseram que ouviram os gritos das crianças principalmente da mais velha Fernanda, as crianças foram encontradas próximo à janela, estavam tentando sair, mas a chama era muito forte não deu tempo, tudo estava trancado.

O Corpo de Bombeiros foi até o local combater as chamas, mas já era tarde as crianças morreram carbonizadas.

Ricardo disse que percebeu a casa pegando fogo, mas como ele tinha tomado medicamentos fortes ele não conseguia tirar as crianças por isso saiu para pedir socorro, muitas foram as versões dadas por Ricardo, o caso está sendo registrado como homicídio qualificado.

 

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.