Homem tira a vida de sua mãe por ela não aceitar o relacionamento que ele mantinha com a sua própria irmã

O homem justificou o crime como sendo a única maneira que ele achou de tirar a sua mãe do caminho, já que ela discordava do relacionamento dele com a irmã.

Uma crime inacreditável deixou muitas pessoas chocadas no município de Itapecuru Mirim, que fica á 108 km da capital, isso porque uma mulher perdeu a vida pelas mãos do próprio filho.

Maria da Luz Ribeiro de Abreu, de 55 anos de idade, teve a sua vida ceifada á pauladas e seu corpo foi enterrado no próprio quintal de sua residencia em uma cova rasa.

PUBLICIDADE

O autor do crime foi o seu próprio filho, um homem identificado como Antônio Abreu Santos, de 27 anos de idade. Após o crime, o homem foi localizado em um área de mato que fica próximo ao povoado de Sobradinho.

Local que fica pelo menos á 13 km do centro da cidade, isso ocorreu nesta última sexta feira, dia 13. O crime teria sido cometido no dia 10, na terça feira.

PUBLICIDADE

Conforme as informações cedidas pelos policiais que atenderam o chamado, o homem possuía um relacionamento de casal co a sua própria irmã, que nesse tempo ela ainda era menor de idade com 14 anos.

Desse relacionamento acabou vindo um filho, ao saber do acontecido dona Maria da Luz não se conformou e orientou a filha a tirar a criança, realizando um aborto.

Então a lavradora passou a responder por facilitação de aborto, e Antonio por estrupo de vulnerável, e depois disso eles não conseguiram mais se entender como mãe e filho.

Já detido na delegacia, diante do delegado da regional George Marques, Antonio confessou ser o autor do crime e revelou que não gostava de sua mãe, diante do delegado ele se mostrou uma pessoa extremamente fria.

Hoje a irmã possui 18 anos de idade, e teria sido levada para a delegacia no mesmo dia em que foi encontrado o corpo da mãe, e logo depois foi levada para o presidio de vargem grande. Ela responderá pelo crime de ocultação de cadáver

O delegado relatou que a irmã sabia de tudo que havia ocorrido, e mesmo que não soubesse ele deveria ter achado estranho a mãe não aparecer a dias, já que elas moravam na mesma casa, e mesmo assim ela não procurou á policia para dar queixa.

Além dos dois, ainda morava mais um adolescente filho da lavradora, que foi quem contou que viu Antonio cavando um buraco no quintal de terra de casa. o corpo da lavradora foi par o IML da capital.

Veja abaixo a foto de Antônio já detido:

 

Escrito por Margareth Santos

Gosto de dedicar uma parte do meu tempo levando noticias e informações através de matérias relacionadas a tudo, inclusive de saúde, culinária, famosos e do mundo da maternidade.