Inversão de valores? Morte de jovem negro no extra causa menos indignação que a no cachorro no Carrefour

O caso acontecido no extra mostra a grande inversão de valores de nossa sociedade

O caso da morte de um jovem negro que morreu depois de levar um golpe conhecido como “mata leão” desferido pelo segurança do hipermercado Extra na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, na tarde de quinta-feira, dia 14 não teve grande repercussão nas mídias e redes sociais.

De acordo com informações o segurança imobilizou Pedro Henrique Gonzaga, de 19 anos, depois que o rapaz teria tentado roubar a arma dele. O segurança Davi Ricardo Moreira foi preso, mas já saiu na madrugada desta sexta da Delegacia de Homicídios e irá responder pela morte do jovem em liberdade.

PUBLICIDADE

Depois que imobilizou o jovem o segurança o manteve assim até que ele perdesse a consciência, pessoas que estavam no local pediram ao segurança que largasse o rapaz, pois ele estaria ficando roxo, o homem, no entanto ignorou os avisos e largou o rapaz quando já era tarde demais. As cenas foram registradas e mostram o rapaz deitado ao chão e o segurança em cima dele com os braços em volta de seu pescoço.

Pedro chegou a ser socorrido pelos bombeiros e foi encaminhado para o hospital onde morreu, o jovem teve uma parada-cardiorrespiratória.

PUBLICIDADE

No vídeo uma mulher chega a discutir com o segurança que diz para que eles calassem a boca e deixasse com ele.

“Está desmaiado, não está não?”, pergunta alguém.

“Está sufocando ele”, diz uma mulher.

“Ele está com a mão roxa”, afirma outra.

Diferente do caso do cachorro que morreu depois que teria sido espancado pelo segurança com uma barra de ferro, esse caso não teve ninguém defendendo o rapaz, nenhum membro da comissão dos direitos humanos apareceu para pedir justiça pelo jovem negro que morreu de forma trágica.

A morte do cachorro causou comoção nacional, ativistas que lutam pelos direitos dos animais expressaram sua indignação nas redes sociais, o cachorro ganhou até uma caricatura que circulou na internet onde aparece com asas de anjo e uma coroa na cabeça.

O caso acontecido no extra mostra a grande inversão de valores de nossa sociedade, o jovem Pedro sofria problemas mentais e era negro e não ganhou a mesma atenção que o caso do cachorro, tudo isso nos leva a refletir sobre o valor de uma vida, o que poderia ser mais importante, a vida de um jovem ou a vida de um animal?

blob:https://twitter.com/886e3cf3-d9f9-4b09-b33a-3f095c4a7b24

 

Escrito por Carla Lopes Silva

Colunista em sites de notícias e curiosidades. Adoro escrever sobre todo tipo de assunto. Curiosa por natureza, e amante da internet. Contato: [email protected]