Irmão de criança morta após denunciar abusos, é solto

O irmão da menina morta, um adolescente de 13 anos que também tem participação no crime pode ter sido coagido a participar junto com a mãe a polícia investiga a participação do menino que já passou por uma audiência de custodia aqui em Três Lagoas o advogado que representa o pai biológico da pequena Gabriele disse que vai provar na justiça que a responsabilidade pelo assassinato é apenas da mãe e do companheiro dela.

Gabriela foi asfixiada com um fio e em seguida jogada num buraco onde foi enterrada o delegado que investiga o caso disse que exames constataram que a menina tinha marcas de abusos, eles teriam sido praticados pelo atual companheiro da mãe assassina, conforme as investigações a mulher matou a própria filha para defender o abusador.

Eu nunca vi um crime tão bárbaro e os executores não demonstra nenhum  arrependimento. Diz o delegado

O menino de 13 anos que estava preso junto com a mãe e com o padrasto foi solto,  portanto a polícia chegou à conclusão após audiência de Custódia e pediu ao juiz para que de uma vez por todas  soltasse o menino de 13 anos.

 

Escrito por Redatora S Silva

Sou colunista de noticias, de famosos, tv, receitas, politicas e testemunhos e mensagens, reflexoes. Buscamos sempre o melhor, para que as notcias chega a tempo para todos.