Jornal Nacional traz notícia acalentadora sobre a Covid-19

O noticiário diário trouxe a notícia mais importante até o momento sobre a pandemia.

O corona vírus chegou ao Brasil em meados de março de 2020 e ocasionou no período de 3 meses mais de 46 mil mortes e cerca de 960 mil infectados.

O país se tornou o local que mais registra mortes diárias e é o segundo no ranking de número de mortes pela Covid-19, ficando atrás apenas dos EUA, que tem a marca de 120 mil mortes.

PUBLICIDADE

Mas uma boa notícia surgiu esses dias à respeito da doença. Pesquisadores do Reino Unido testaram em pacientes um tipo de corticoide barato e bastante acessível às pessoas, para combater o novo coronavírus. A notícia veio como um acalento e esperança aos pacientes que estão contaminados com o vírus.

No entanto, o uso de corticoide para combater a doença possui algumas ressalvas. Esse remédio não deve ser utilizado como tratamento em casos leves da Covid, pois ele não surte efeito para prevenção da doença.

PUBLICIDADE

Por ser usados em casos de inflamações referentes à outras doenças, o corticoide é um remédio forte, de uso um tanto controlado, pois ele pode gerar alguns efeitos colaterais graves no paciente.

De acordo com os cientistas e pesquisadores, não se sabe ainda ao certo o motivo, mas o uso de medicamento se deu melhor em tratamento de pessoas com casos graves da Covid.

Por isso é muito importante que seja reforçado entre os meios de comunicação, que este remédio não deve ser vendido sem receita médica nas farmácias e que não há necessidade de correr para os estabelecimentos para compra-los, pois como já foi dito, ele obteve um bom resultado no tratamento mais grave e avançado da doença.

O medicamento já está sendo usados no Brasil e o resultado da pesquisa comparativa do uso e não uso do remédio sai em agosto.

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.