Jovem de 21 anos tira a própria vida após sofrer abuso e pai lamenta: “Quantas meninas iguais à minha filha, que, por vergonha da exposição, de ter o dedo apontado a elas, não denunciam?

A jovem guardou tudo para si mesma e tomou a mais triste decisão.

 

O pai de uma jovem identificada como Antônia decidiu fazer um desabafo e contar a história que sua filha viveu. Alejandro Barra está buscando por justiça não somente por sua filha, mas para várias mulheres que sofreram abuso, ele a incentivam a não sentirem vergonha de denunciar esse tipo de crime contra mulher.

Alejandro disse que eles eram uma família normal da classe média do Chile. Através de muito esforço trabalho e dedicação tiveram cinco filhos, um homem e quatro mulheres, mas ele disse que uma de suas filhas já não está entre eles.

PUBLICIDADE

Antônia era uma jovem de 21 anos que tirou a própria vida em outubro de 2019 depois de deixar em alguns áudios relatos que mostravam que ela havia sofrido abuso sexual.

O acusado Martin de 28 anos está cumprindo a pena em prisão domiciliar, Ele está esperando o julgamento, mas nega ser o autor do crime.

PUBLICIDADE

O pai contou que foi muito difícil a decisão de sua filha e ele acredita que ela tirou a própria vida por causa da vergonha, mas agora o pai busca justiça para que outras meninas e mulheres que sofreram o mesmo que sua filha tenham coragem de denunciar sem temer a humilhação ou se sentirem estigmatizadas.

O pai contou que a jovem conheceu o abusador em uma casa noturna, ele a levou a um Chalé alugado onde estava um grupo de amigos dele e o que aconteceu lá foi a causa de sua filha não querer mais viver.

O pai disse que pensa em muitas mulheres e meninas que ficam caladas e tem medo de denunciar por que temem o dedo apontado para elas.

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.