Jovem de 17 anos acaba morrendo por causa de um “chupão” no pescoço, entenda

O jovem acabou morrendo ao dar entrada no hospital.

Um caso interessante aconteceu com um rapaz 17 anos, identificado como Júlio Macias Gonzalez.

O jovem estava namorando e muito apaixonado, mas ele e a namorada acabaram exagerando no calor das emoções e a jovem acabou deixando uma marca no pescoço do rapaz que inacreditavelmente acabou causando sua mote pouco tempo depois.

PUBLICIDADE

O caso aconteceu no México e se tornou conhecido em todo o mundo depois que se tornou público.

O jovem rapaz acabou morrendo depois que sua amada lhe deu um chupão no pescoço de maneira bastante animada.

PUBLICIDADE

O chupão é um tipo de beijo onde a pele é sugada pela boca deixando marcas vermelhas que são difíceis de disfarçar e demora para desaparecer.
A namorada de rapaz se ficou tão animada na hora do amor que deu um chupão muito forte em seu e isso acabou provocando uma complicação mais tarde que levou Júlio a morte.

Ele  havia chegado em sua casa e estava sentado à mesa junto de família e conversando.

Ele então começou a comer e se sentiu mal e apresentando convulsões  deixando sua família em choque.

Ao ver que o rapaz se sentia muito mal à família dele resolveu ligar para o serviço de emergência e o jovem foi levado rapidamente para o hospital, mas não aguentou e morreu assim que deu entrada na unidade.
O médico disse que o chupão foi muito forte, e que acabou criando um coágulo. Esse coágulo se deslocou e foi levado pela corrente sanguínea até o cérebro do rapaz provocando um AVC.

As informações são do jornal El Ciudadano. Os pais de Júlio contara que toda a responsabilidade da morte de Júlio é de sua namorada, ela tem 24 anos. A moça sumiu assim q ficou soube o que causou a morte do namorado.

O caso teve repercussão internacional e muitas pessoas ficaram completamente assustadas já que entre no meio dos jovens essas marcas feitas no pescoço pelos namorados e namoradas são acontecem muito.

Mas depois do fato ocorrido com o Júlio é preciso pensar duas vezes antes de deixar alguém dar um chupão em seu pescoço, melhor não arriscar.

 

Escrito por Pedro Machado

Apaixonado por marketing digital, colunista em diversos sites e páginas do facebook. Trabalhando como redator autônomo há mais de 5 anos. Contato: [email protected]