Jovem pede socorro em guardanapo após ser assediada pelo chefe: “Por favor chame a polícia meu chefe está me assediando e tentando me drogar”

Funcionária da lanchonete colocou bilhete dentro de embalagem. Casal que recebeu comida por delivery procurou ajuda.

Uma mulher cozinheira de uma lanchonete escreveu no guardanapo um pedido de socorro na última sexta-feira (28) em Chapecó Santa Catarina.

De acordo com a guarda municipal a vítima de (19) anos estava sendo assediada pelo chefe o dono da lanchonete.

PUBLICIDADE

A jovem cozinheira escreveu o pedindo socorro e deixou na mesa de um casal acompanhado da comida, o bilhete estava escrito “por favor chame a polícia neste endereço estou sendo assediada pelo meu chefe, está tentando me drogar por favor não é brincadeira me ajude, sou cozinheira” escreveu a jovem.

A polícia foi acionada e chegando ao local a jovem disse aos guardas que ela estava sozinha no estabelecimento junto com o chefe um homem de 48 anos ele chegou a agarra lá chegou a oferecer a r$ 150 para que eles tivessem relações, ele também ofereceu a ela cocaína e um vinho misturado com uma substância que ela não sabe o que é.

PUBLICIDADE

A guarda municipal fez buscas na lanchonete e encontrou buchas de cocaína, o homem foi levado à delegacia e um boletim de ocorrência foi feito.

Segundo os militares o homem não foi detido, mas um inquérito foi aberto para apurar o que aconteceu, o homem dono da lanchonete foi procurado pela reportagem mas não foi encontrado.

De acordo com o delegado em situações como essa de assédio é importante que as vítimas procure a polícia e façam um boletim de ocorrência por que são casos que tem acontecido com muita frequência e é importante que as mulheres denunciem para que sujeitos como esse possam pagar e não venha se repetir com outras vítimas casos semelhantes.

 

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.