Jovem rico acostumado a vida boa mata o pai após ele cortar sua mesada

acostumado a viver a vida boa ele não deixaria que seu pai, banqueiro de Wall Street, o cortasse e atrapalhasse seu caminho.

Depois de crescer em um mundo de extrema riqueza e privilégio, Thomas Gilbert nunca estava disposto a aceitar nada menos que isso. Sua família era bem conhecida entre a alta sociedade de Nova York, e era uma posição invejável para o jovem rico.

O pai de Thomas era um notável banqueiro de Wall Street, e a mãe Shelley era uma ex-debutante. Thomas estudara nas melhores escolas de Manhattan e estudara economia na Universidade de Princeton, onde seu pai também estudara.

Mas enquanto o Sr. Thomas ganhava milhões de dólares com a criação de sua própria empresa de investimentos, Thomas filho se formou sem nenhuma ambição real, exceto o desejo de permanecer entre a elite.

Seus pais esperavam que, em algum momento, Thomas continuasse com o legado de seu pai como um dos principais financiadores. Mas até então, ele não tinha emprego, e eles não tinham escolha a não ser financiar seu estilo de vida.

Com seu charme e beleza, Thomas, então com 30 anos, era muito popular no cenário social. Thomas estava sempre pedindo dinheiro, acreditando que era um pote sem fundo. Dizia-se que sua família tinha um valor de US $ 200 milhões, mas, na realidade, muito do dinheiro foi gasto.

Escrito por Cláudia Lm

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.