Justiça determina que especial de Natal do Porta dos Fundos que zomba da fé cristã seja retirado do ar

Depois da grande polêmica do lançamento do especial de Natal do Portas dos Fundos a Justiça do Rio de Janeiro decretou que a Netflix retire do ar o especial.

O desembargador que autorizou a decisão judicial disse que a decisão é algo benéfico para a comunidade cristã e para toda a sociedade brasileira que é majoritariamente cristã, e a decisão é para acalmar os ânimos e por isso ele concedeu a liminar exigindo a retirada do especial de natal do ar.

PUBLICIDADE

O tema principal do especial de Natal da produtora Porta dos Fundos é sobre a primeira tentação de Cristo e a história é uma sátira religiosa tendo como tema principal o aniversário de 30 anos de Cristo. A série foi divulgada em dezembro e o episódio causou tremenda confusão e revolta entre o público cristão.

A série zomba claramente da fé cristã deixando a todos os cristãos indignados, tanto que foi feito um abaixo-assinado online para que a série fosse retirada da plataforma da Netflix.

PUBLICIDADE

Diversos pastores, padres falaram sobre o especial de Natal que zombava da fé. A Netflix não quis comentar sobre o caso e desde que a liminar saiu e a produtora porta do fundo também não falou sobre o assunto.

A revolta foi tão grande que a produtora Portas do Fundo chegou a sofrer um ataque, o acusado está foragido e a polícia tem pistas de que esteja na Rússia. Muitos cristãos ao saber da liminar proibindo a série de continuar no ar comemoraram a grande conquista dizendo que não se pode e nem se deve brincar com a fé cristã e nem com o nome de Deus como a produtora porta do fundo fez.

Ao invés de ganhar muitos fãs a produtora criou foi muita revolta em cima do assunto. Muitas pessoas até cancelaram suas assinaturas na netflix.

 

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.