Mãe se recusa a acreditar que sua filha está grávida e recebe resposta ótima do médico

Para nós, muitas vezes, é impensável acreditar que nossos filhos são capazes de fazer algo que não receba nossa aprovação. Mas, alguns pais conseguem ir longe demais e negar a realidade mesmo quando ela esta gritando em sua frente. Isso vai desde negar que seu filho é capaz de agredir o coleguinha na creche até não assumir que seu filho adolescente já ficou bêbado em uma festa. Mas todo pai e mãe passa por isso e leva um tempo até se acostumar com a ideia de que aquele anjinho as vezes mente e as vezes faz besteira.

Mas essa mãe foi ao limite da inocência… Depois de perceber que a filha vinha passando mal por dias seguidamente, ela finalmente procurou um hospital com a menina. Parte dos sintomas eram enjoos e mau-estar, além de aumento de peso. Preocupada, ela procurou um médico, mas a resposta que recebeu não agradou.

Depois de ouvir os relatos, o médico logo levou a jovem para fazer outros exames e depois da constatação informo a mãe: a menina estava grávida. Mas a senhora Jones se recusou a acreditar que Mandy, sua linda filha de 16 anos, estava realmente grávida de aproximadamente 4 semanas. Surpresa, ela perguntou a menina se aquilo era verdade, mas a menina disse que não e que nunca sequer havia beijado um homem. Diante da afirmação da menina, a mãe confrontou o médico exigindo “novas respostas”.

Com disso, o médico apenas se dirigiu até a janela e ficou olhando o horizonte. Depois de alguns instantes, a senhora Jones perguntou: “doutor, o que você está fazendo?”. Com um tom bem-humorado, o médico respondeu que “da última vez que aquilo aconteceu, uma estrela brilhou ao leste e depois três homens sábios foram até o topo da colina” e que ele “jamais se perdoaria se perdesse aquela cena de novo”.

Não da pra saber como a família reagiu com a resposta irônica do médico, mas que foi uma resposta excelente foi sim.  Para muitos pais, esse é um momento de maior choque na vida, mas a verdade é que adolescentes muitas vezes mentem para seus pais para encobrir as coisas erradas que fazem.