Mãe e seu namorado causam a morte de menino de 2 anos que se recusou a comer um cachorro quente

O caso é considerado uma barbaridade.

O que se espera de uma mulher que tem filhos é que ela cuide, ame e proteja seus filhos de tudo e de todos, mas infelizmente nem sempre é isso que acontece. Em alguns casos a mãe, a mulher que deveria proteger seus filhos acaba se tornando verdadeiros monstros na vida de seus pequenos e são capazes de cometer tanta crueldade que é difícil descrever alguém assim como um ser humano dotado de razão e inteligência.

Uma mãe foi presa por matar seu filho depois que ele se recusou a comer um cachorro-quente. Elizabeth Woolheater bateu em Anthony Bunn, de dois anos, em sua casa no Kansas.

A criança enfureceu sua mãe ao se recusar a comer um cachorro-quente, disse Woolheater no tribunal, antes que seu namorado Lucas Diel jogasse mais golpes. O parceiro brutal então segurou a comida na boca do garoto.

A polícia foi chamada para casa quando Anthony parou de respirar em 4 de maio do ano passado. Quando eles chegaram, os policiais descobriram que ele tinha ferimentos na cabeça e no rosto.

Ele foi levado às pressas para o Wesley Medical Center em estado crítico. Apesar dos melhores esforços dos médicos, Anthony morreu dois dias depois.

Escrito por Cláudia Lm

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.