Maju Coutinho é atacada por apoiadores de Bolsonaro após afirmar que o “choro é livre”

A jornalista estava falando a respeito das novas restrições para serviços não essenciais durante a pandemia

Na última quarta-feira (17), o nome da jornalista Maju  Coutinho se tornou um assunto bastante comentado nas redes sociais. O fato em questão aconteceu depois que ela afirmou que o “choro é livre” ao fazer uma reportagem a respeito das restrições sanitárias ligadas ao enfrentamento da pandemia de Covid-19.

Assim, é possível destacar que após o comentário em questão, Maju passou a ser atacada por uma série de apoiadores do presidente da República Jair Bolsonaro. Logo, os internautas em questão fizeram uso da hashtag #CalaBocaMajuHipócrita para descredibilizar a fala da jornalista e também atacaram a Globo por meio da tag #GloboLixo, amplamente utilizada por bolsonaristas.

PUBLICIDADE

É possível destacar que uma série de pessoas chegaram a questionar se Maju Coutinho se responsabilizaria pelo pagamento das suas contas após o fechamento de uma série de estabelecimentos e servidos considerados não essenciais. Entretanto, várias pessoas também saíram em defesa da fala de Maju, destacando que os apoiadores de Jair Bolsonaro deveriam cobrar medidas mais eficientes no combate à pandemia diretamente dele.

Dessa maneira, várias pessoas destacaram que caso as medidas de distanciamento social tivessem sido respeitadas e fortes desde o começo da pandemia, o Brasil atualmente não estaria nessa situação. Então, a Globo decidiu sair em defesa da jornalista e fez uma defesa do seu posicionamento durante a exibição do Jornal Nacional.

PUBLICIDADE

Atualmente, o vídeo no qual Maju aparece dizendo a sua fala polêmica está disponível nas redes sociais.

 

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.