Manifestantes protestam contra operação em Jacarezinho: “Operação mais letal da história”

Manifestantes protestam na manhã desta sexta-feira (7) contra a ação da polícia que resultou em 25 mortes na comunidade do Jacarezinho na última quinta-feira (6).

Após a operação da Polícia Civil em Jacarezinho diversos manifestantes protestaram na manhã desta sexta-feira (7) contra a polícia e a ação em jacarezinho que resultou em 25 mortes.

PUBLICIDADE

Os manifestantes partiram da estação Maria da Graça levantaram cartazes e foram até entrada da Polícia Civil, os manifestantes cobriram a rua com um pano preto próximo à entrada da Comunidade.

PUBLICIDADE

Dentre os 25 mortos está o policial civil André Leonardo de Melo Frias, os outros 24 mortos eram criminosos, a identidade deles não foi revelada.

Moradores da Comunidade estão assustados e denuncia a polícia de execução, o Ministério Público recebeu as denúncias dos abusos e tudo está sendo investigado, de acordo com o delegado o Confronto aconteceu porque a polícia foi ao local para prender traficantes e recolher armas de fogo, quando desceram do Caveirão já foram recebidos com tiros de fuzil.

Os bandidos fizeram um muro de concreto e havia furos onde eles colocavam os fuzis e atiraram contra os policiais e foi nesse momento que o policial André foi atingido com um tiro na cabeça, a bala ricocheteou e atingiu o policial.

Outros policiais foram atingidos no braço, André foi socorrido e levado para o hospital mas não resistiu.

Os policiais afirmaram que muitas armas e munição foi apreendido e até um míssil foi apreendido pela Polícia Civil, os bandidos tinham muita arma pesada e a operação não executou ninguém, os policiais revidaram contra o ataque dos criminosos que estavam fortemente armados, a única pessoa que foi executada foi o policial civil.

 

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.