Marido mantém esposa em cárcere privado com requintes de tortura durante 8 anos, um bilhete escrito por ela a salvou

A vítima que não teve o nome revelado para preserva-la, incentivou outras pessoas que passam por esse tipo de sofrimento.

Uma mulher de 46 anos que foi libertada de um cativeiro que durou mais de oito anos na última quinta-feira (9) em Campo Grande, ela enviou uma mensagem de alívio algum tempo depois de o marido de 49 anos ter sido preso.

O texto dizia que ela havia tomado coragem depois de mais de oito anos de sofrimento, ele sempre dizia que a amava muito, mas estragou toda a sua vida, hoje ela soltou um grito que estava preso em sua garganta, um grito de liberdade e resolveu denunciá-lo por todas as agressões.

PUBLICIDADE

A vítima que não teve o nome revelado para preserva-la, incentivou outras pessoas que passam por esse tipo de sofrimento e prisão a denunciarem e lutarem pela liberdade, na gravação ela pedia para que todos aqueles que passam por situações semelhantes tenham coragem e denunciem, pessoas que passam por maus-tratos na família, agressões verbais, físicas ou psicológicas, lutassem pelos seus direitos, combatessem essa difamação, essa injuria, não deixarem isso passar, não deixem permanecer muito tempo.

O bilhete enviado pelo filho a polícia foi que possibilitou o resgate da mulher, quase 10 anos de sofrimento teve fim nesta última quinta-feira, quando os policiais tiveram acesso ao bilhete, foram em socorro da mulher.

PUBLICIDADE

O bilhete falava sobre as torturas e sofrimentos tanto psicológicos como físicos, alguns trechos diziam que ela estava sendo coagida, tinha medo o tempo todo porque ele permanecia em sua volta, ela não podia sair e nem conversar com ninguém, ela sofria constrangimentos horríveis.

A delegada Mônica Areal, disse que o filho desta mulher chegou a delegacia de Campo Grande com a foto do bilhete no celular, a família já desconfiava que algo estava acontecendo pois sempre que visitava a mulher, a via acuada.

O homem foi preso em flagrante, ele não resistiu e não falou nada, a mulher estava muito nervosa no momento e com medo, mas após o homem ser preso, ela sentiu alivio estava livre de toda aquela pressão, o homem foi preso e responderá por crime de cárcere privado, ele já foi encaminhado para a penitenciária.

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.