Menina de 11 anos com doença rara e em tratamento de quimioterapia vence a Covid-19 e comemora: “Eu venci”

Por causa da doença ela precisou fazer um tratamento de quimioterapia, os médicos da Santa Casa descobriram um tumor ósseo.

A estudante Mariana Dias Fernandes de 11 anos mora em Guarujá, foi diagnosticada com histiocitose de células de langerhans, uma doença rara pouco conhecida que resulta em uma proliferação clonal das células de langerhans.

Tem uma origem inflamatória, pode ser diagnosticada em qualquer faixa etária e pode acometer principalmente as crianças, de acordo com especialistas cada um milhão de crianças quatro são atingidas com essa doença.

PUBLICIDADE

Segundo alguns estudos, praticamente todos os tecidos podem ser acometidos pela doença, ou pode se manifestar com lesão em um único órgão, se a doença é capaz de causar disfunção orgânica, os locais mais atingidos são os ossos, a pele e linfonodos.

Mariana Dias foi diagnosticada com essa doença e também contraiu o coronavírus, foi levada para Santa Casa de Santos litoral de São Paulo para realizar a fisioterapia, mas acabou sendo infectada pela covid-19, precisou ficar internada por 13 dias lutando contra a doença, fez uso o de oxigênio por causa das complicações, felizmente venceu a covid-19.

PUBLICIDADE

Segundo familiares a criança foi diagnosticada com histiocitose em 2019, a doença pode provocar inflamações nos pulmões e é capaz de causar disfunções hepáticas, quer dizer que Fernanda fazia parte do grupo de risco.

Por causa da doença ela precisou fazer um tratamento de quimioterapia, os médicos da Santa Casa descobriram um tumor ósseo ela precisou realizar um tratamento especializado, quando retiraram o tumor os médicos descobriram a doença histiocitose, começaram então o processo de quimioterapia para tratar essa doença precisou ir para hospital todos os dias.

Fernanda Daniele Rocha dias de 33 anos, mãe da criança relatou que apresentou alguns sintomas da covid-19, ela teve febre e foi levada para o hospital de Guarujá, foi realizado o teste para covid-19 e deu positivo então ficou internada na Santa Casa.

A mãe de Mariana, relata que por causa da doença a filha tem vários cálculos renal e escoliose na coluna, quando descobriram que estava com covid-19, tiveram muito medo, mas não perderam a fé, Mariana luta pela vida é uma grande guerreira sempre mantinha seu jeitinho alegre e sorridente.

Nesta quarta-feira meu sentimento é de gratidão primeiramente com Deus e também com os profissionais de saúde que foram maravilhosos, disse Fernanda.

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.