Menina de 12 anos é abusada por 11 homens no Morro do Carvão e tudo foi filmado

O crime foi filmado e divulgado nas redes sociais.

Em uma casa abandonada, localizada no Morro do Carvão, em Itaguaí, Região Metropolitana do Rio de Janeiro, ocorreu o estupro coletivo de uma menina de 12 anos.

O crime aconteceu ainda no período do Carnaval e, recentemente, a Polícia Civil do estado prendeu um jovem de 19 anos, acusado de participar do crime.

PUBLICIDADE

Além do jovem preso, outros onze homens foram acusados de estuprar a garota. De acordo com ela, um dos homens lhe aplicou um golpe conhecido como “gravata” e a encaminhou até o local, de modo que o gerente do tráfico local pudesse abusar dela.

Nessa terça-feira (26), a 50ª DP de Itaguaí, responsável por cuidar do caso, conseguiu identificar um dos suspeitos do crime.

PUBLICIDADE

O homem, que atende pelo nome de Jorge Luis da S. Peres foi preso em Santa Cruz, bairro da Zona Oeste carioca.
Além de Jorge, outros três suspeitos já tem as suas identidades conhecidas pela polícia e, no momento, estão sendo procurados.

O que possibilitou a identificação dos homens em questão foi a filmagem feita por um deles enquanto os abusos ocorriam.

O objetivo das filmagens era o compartilhamento nas redes sociais.

De acordo com informações da Polícia Civil, a garota que foi violentada estava em um baile funk. Ela foi obrigada a ingerir bebidas e a tirar a roupa.

Os mandantes das ações foram alguns traficantes. Por fim, ela foi encaminhada à casa em questão e estuprada.
Depoimento à Polícia Civil

A vítima relatou à Polícia Civil, na ocasião em que prestou depoimento, que recebeu uma “gravata” e foi encaminhada ao gerente do tráfico local para ser estuprada.

Na ocasião, a garota também revelou à polícia que não reside no Morro do Carvão, mas estava na localidade porque foi a um baile funk.

De acordo com o relato, ela estava curiosa para saber como era um baile do tipo e aproveitou que seus pais não estava em casa no dia para ir.

Uma vez no local, ela encontrou algumas amigas, bebeu e esteve na área reservada ao DJ. Nesse momento, ela levantou a blusa e abaixou os shorts.

Esse momento pode ser visto através de um vídeo que foi feito por alguns dos presentes no baile.
Em um desses vídeos, é possível ver ainda um homem tirando a roupa íntima da vítima.

O delegado Marcos Santana, titular da 50ª DP, ao comentar sobre o vídeo, afirmou que o homem que aparece nessas filmagens também está sendo investigado.

De acordo com ele, o homem deverá responder por praticar ato libidinoso com uma menor de 14 anos. O crime em questão possui pena de 8 a 15 anos de cadeia.

A respeito dos demais suspeitos, a polícia revelou que são considerados foragidos Nielson Correa Miguel, de 28 anos, Higor Teixeira da Silva, de 22 anos, e Marcelo Mendes Moreira, de 31 anos.

E você, o que pensa a respeito de tudo isso? Lembre-se de deixar o seu comentário.

Sua opinião é de grande importância para a nossa equipe e sempre ajuda no diálogo de temas com imensa relevância para toda a nossa equipe.

Escrito por Pedro Machado

Apaixonado por marketing digital, colunista em diversos sites e páginas do facebook. Trabalhando como redator autônomo há mais de 5 anos. Contato: [email protected]