Menina é a única no mundo a ter um tipo de doença de rara como “Benjamin Button”

O caso da menina é um mistério.

Acredita-se que uma menina nascida com um distúrbio genético raro que a faça parecer muito mais velha do que realmente é a única pessoa no mundo com sua condição.

Isla Kilpatrick-Screaton,tem apenas dois aninhos, ela é de Leicester e tem um tipo único de displasia mandibuloacral.

PUBLICIDADE

A condição, que começa antes do nascimento, também é conhecida como ‘doença de Benjamin Button’ porque causa o envelhecimento rápido das células, uma referência ao personagem em um conto de 1922 e filme de 2008 que nasce velho e envelhece para trás.

Depois de reconhecer sua doença, os médicos ficaram perplexos com os resultados dos testes que mostraram uma mutação em seus genes que nunca havia sido vista antes.

PUBLICIDADE

Os pais Stacey Kilpatrick de 33 anos e Kyle Screaton de 36, ficaram chocados quando os médicos lhes disseram para “começar a pesquisar no Google” porque não sabiam muito sobre a condição de Isla.

Pesando apenas 6,8 kg aos 15 anos ela é incapaz de falar normalmente, Isla se comunica através da linguagem de sinais e a forma de seus ossos é distorcida pelo distúrbio.

O casal enfrenta uma batalha diária cuidando de Isla, que enfrenta um futuro incerto devido a uma condição cardíaca e vias aéreas muito estreitas que dificultam a respiração.

Isla apenas começou a engatinhar e pode dizer poucas palavra sua principal forma de comunicação é a linguagem de sinais.

A família também foi instruída a esperar para ver se as células de Isla envelhecem muito mais rápido que o normal, o que a fará parecer muito mais velha do que realmente é.

A condição às vezes é chamada de ‘doença de Benjamin Button’ por esse motivo, uma referência à história de F. Scott Fitzgerald ‘O caso curioso de Benjamin Button’, na qual o Sr. Button nasce idoso e vê sua vida se desenrolar à medida que envelhece para trás.

Apesar de seus problemas de saúde, o orgulhoso pai e mãe de Isla diz que ela é uma menina feliz que gosta de brincar com sua irmã de sete anos.

 

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.