Menino que foi encontrado acorrentado em barril revela detalhes das torturas que sofreu do pai; é de partir o coração

O menino contou alguns detalhes sobre o que aconteceu.

Um dos casos que mais repercutiram causando grande revolta foi o do menino de 11 anos que foi resgatado pela polícia após ser torturado pelo pai e pela madrasta, sendo encontrado em situação triste.
O crime ocorreu na cidade de Campinas, interior de São Paulo, e a criança teria sido resgatada pelos policiais militares no último sábado, dia 30 de janeiro.
As autoridades só souberam do paradeiro do garoto após vizinhos próximos denunciarem o caso. Após a chegada da polícia a criança foi encontrada em um estado de total abandono em um barril e com os braços e pernas acorrentados.
De acordo com informações divulgado pelo portal do G1, três pessoas suspeitas de participação no crime foram detidas, incluindo o pai do menino. A Polícia Militar relatou que o menino foi forçado a ficar descalço e fazer as suas necessidades físicas no local onde fazia estava acorrentado.
O menino foi encontrado na residência sem roupa e apresentava sinais graves de desnutrição. Ele foi levado ao hospital e ficará internado até que sua saúde melhore.
O menino contou alguns detalhes sobre o que aconteceu, relatando que ninguém havia lhe dado nada para se alimentar, ele foi forçado a comer suas fezes.
Um profissional da área médica prestou o primeiro serviço de socorro à vítima e contou que o menino havia dito que seu pai lhe dava água fria misturada com água sanitária para que ele pudesse tomar banho.

PUBLICIDADE

Escrito por Margareth Santos

Gosto de dedicar uma parte do meu tempo levando noticias e informações através de matérias relacionadas a tudo, inclusive de saúde, culinária, famosos e do mundo da maternidade.