Mesmo preso marido ameaça mulher: “Vou te matar devagar”; vítima está em pânico à espera do pior

Sábado (13/3) de manhã, o meu telefone apita: “Eu não quero morrer”, escreve a mulher do outro lado da tela. Há pouco mais de um mês, sozinha, ela reuniu informações sobre o paradeiro do ex-namorado Uillan Cássio da Silva – que expôs vídeos íntimos, a chantageou e a agrediu

Uma mulher que recebia terríveis ameaças do ex-companheiro enviou uma mensagem para um repórter dizendo que não queria morrer, após sofrer diversos abusos e violência ela reuniu informações sobre o paradeiro do ex-namorado William Cássio da Silva que à estava chantageando.

Ele foi preso no Recife a mulher acreditava que estaria agora protegida, mas as ameaças continuaram mesmo após a prisão, ela recebeu nos Seus perfis sociais ameaças como: “Você vai pagar com a vida”, “vou te matar devagar” e muitas outras frases de ameaças.

PUBLICIDADE

Ela foi orientada a procurar a juíza, o advogado que trabalha no caso disse que buscou o fórum mas até o momento não houve nenhum retorno, a mulher está desesperada e por isso pediu ajuda ao repórter que à entrevistou sobre o caso um mês antes.

O repórter não sabia o que fazer como ajudar uma pessoa que está desesperada, não tem recursos financeiros e nem informação sobre como agir para não morrer e mora muito longe, o repórter perguntou se ela não tinha lugar seguro para ir onde pudesse estar protegida, mas claro que não se ela tivesse ela já teria ido há muito tempo.

PUBLICIDADE

Perguntou se dinheiro resolveria, talvez ajudasse um pouco mas do outro lado estava uma mulher desesperada em pânico que a única coisa que falava era que não queria morrer.

O repórter entrou em contato com várias mulheres jornalistas e advogadas que representam ativistas dos direitos femininos, mas eles não funcionam no fim de semana por isso se alguém resolver matar você torça para ser de segunda a sexta-feira para que consiga escapar.

O repórter disse que conseguiu ajuda após um dia inteiro de buscas, após muitas tentativas ela foi levada para um lugar seguro e após tudo isso ainda recebeu mensagens do agressor.

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.