“Meu pai morreu porque era pobre”; relato do filho que perdeu o pai vitima do covid-19 em AL

A falta de diagnóstico certo matou o senhor de 64 anos.

A primeira pessoa que morreu em Alagoas por causa da nova doença do covid-19 passou por quatro dias de peregrinação entre a UPA do bairro Jacintinho, o Hospital Geral do Estado, e a Unidade de Pronto Atendimento do Trapiche da Barra, todos eles localizados na cidade de Maceió.

O homem estava aguardando uma vaga na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em um hospital que fosse especializado. Ele tinha 64 anos de idade, era hipertenso e diabético, qualificado no grupo de risco.

PUBLICIDADE

Atualmente, a cidade de Alagoas tem 18 casos confirmados da nova doença do covid-19. Essa foi a primeira morte registrada pela falta de atendimento nas unidades de pronto-atendimento hospitalar.

O filho da vitima, que não revelou a identidade, disse que esta sofrendo preconceito, pois tem a possibilidade de ter contraído a nova doença também, e relata que durante três dias havia levado o pai na UPA de Jacintinho, na periferia de Maceió, porem não realizaram um diagnostico correto.

PUBLICIDADE

Segundo o relato do filho, o primeiro médico havia diagnosticado o pai com uma infecção na garganta. Durante um período de 3 dias, ele continuava reaparecendo na Unidade de Pronto Atendimento porque os sintomas de seu pai só pioravam e ele ate cogitou a hipótese do pai ter contraído o novo coronavírus, que após as informações coletadas na internet, ele viu que o pai havia muita semelhança.

Após o diagnostico da infecção na garganta, os médicos diagnosticaram o senhor de 64 anos com uma infecção pulmonar.

Ainda mencionaram que não havia nenhuma necessidade de acompanhamento médico no hospital. O quadro dele so piorava, não conseguindo nem respirar, isso de acordo com o filho da vitima.

A família ainda relatou tentar pagar a internação da vitima em um hospital particular, porem eles não tinham o dinheiro suficiente para realizar este ato. Essa é a realidade de milhões de brasileiros.

 

Escrito por V Guimarães

Colunista de todos os assuntos, como tv, famosos, culinaria, medicina, filmes, series, saude, bem-estar, lazer. Gosto de todos os assuntos