Milagre mulher conta que Bíblia a protegeu de bala perdida durante um tiroteio no Texas (EUA)

“Eu fiquei muito assustada quando vi os policiais atirando. Eu pensei: Meu Deus, é um tiroteio.

É preciso correr os riscos, dizia ela. Só entendemos direito o milagre da vida quando deixamos que o inesperado aconteça. passamos a acreditar . Todos os dias Deus nos dá – junto com o sol – um momento em que é possível mudar tudo o que nos deixa infelizes.

Todos os dias procuramos fingir que não percebemos esse momento, que ele não existe, que hoje é igual a ontem e será igual a amanhã. Mas quem presta atenção ao seu dia, descobre o instante mágico.

PUBLICIDADE

Ele pode estar escondido na hora em que enfiamos a chave na porta pela manhã, no instante de silêncio logo após o jantar, nas mil e uma coisas que nos parecem iguais.

Este momento existe – um momento em que toda a força das estrelas passa por nós e nos permite fazer milagres.

PUBLICIDADE

Maria Flores estava lendo a Bíblia quando sua casa foi atingida por disparos de arma de fogo  A leitura da Bíblia pode ter salvado a vida de uma mulher na última segunda-feira (4), quando disparos atingiram a casa em que ela viveu por mais de 30 anos na cidade de San Antonio, no Texas (EUA). O tiroteio envolveu policiais e um suspeito de assalto à mão armada que atirou neles primeiro.
A mulher contou “Eu fiquei muito assustada quando vi os policiais atirando. Eu pensei: Meu Deus, é um tiroteio. Eu achei que eram fogos de artifício”, disse Maria Flores, que no momento estava lendo a Bíblia. “Eu estava estudando porque dou estudos bíblicos na igreja”.

Por volta das duas da tarde, sua paz foi interrompida. “Eu vi a polícia atirando em um cara e, de repente, ele simplesmente caiu com as mãos para cima e tinha algo na mão esquerda”, disse Flores. Ela disse que três balas atingiram sua casa e uma acabou acertando a parte de dentro.

“De repente, tudo ficou empoeirado. Pensei: Meu Deus, de onde vem isso?’ E foi vindo do teto. A bala bateu na lateral do ventilador de teto”, disse Flores.

“Eu corri para o quarto da minha mãe e me certifiquei que ela estava bem. Ela está sob cuidados paliativos. Ela tem 94 anos. Ela estava bem”, contou aliviada. Flores acredita que, se não fosse pela prática de sua fé, ela poderia estar em uma parte diferente da casa durante o tiroteio.

“Isso foi Deus me dizendo: ‘Eu estou com você e sempre estarei com você’”, destaca a mulher . Os oficiais envolvidos no incidente foram afastados e colocados em licença administrativa remunerada como procedimento padrão.

Escrito por Pedro Machado

Apaixonado por marketing digital, colunista em diversos sites e páginas do facebook. Trabalhando como redator autônomo há mais de 5 anos. Contato: [email protected]