Minas Gerais tem 60 mil casos em análise do covid-19, e paciente mais jovem a morrer tinha apenas 24 anos

De acordo com os dados divulgados

Um balanço divulgado pela Secretaria Estadual de Minas Gerais, divulgou as confirmações pelas mortes ocorridas pelo covid-19 no estado, que chegaram a ser 23. Ainda assim, cerca de 815 pessoas já contraíram a nova doença e cerca de mais de 60 mil casos seguem em investigação.

De acordo com o balanço, ao todo os casos suspeitos somam cerca de 60.066 pessoas com suspeita da covid-19. O caso somente é considerado suspeito com a apresentação de sintomas, o qual atualmente é o quadro respiratório agudo. A Secretaria não revelou em qual região do estado se apresenta a maioria desses casos.

PUBLICIDADE

Ainda de acordo com eles, com relação as mortes repentinas, cerca de 64 estão em investigação e seguem aguardando o resultado dos exames.

No Brasil, o numero de mortos divulgados de acordo com o Ministério da Saúde já passam de 1.200 e o numero de infectados segue crescendo e já passam de 22 mil pessoas que contraíram a nova doença.

PUBLICIDADE

A quarentena no estado de Minas Gerais segue até o dia 30 de abril, podendo ser mudado as estatísticas de acordo com os acontecimentos da nova pandemia de coronavírus no país. Já foi revelado, que o covid-19 é pior que a gripe do H1N1, e que já deixou mais mortos do que essa doença.

Pelas redes sociais, algumas pessoas tem feito uma comparação da gripe que chegou aqui no país em 2009, e que o numero de mortos pela doença é inferior ao novo coronavírus.

O paciente mais jovem que morreu no estado de Minas tinha apenas 24 anos de idade, da cidade de Itabira. Não foi revelado se a vitima possuía alguma doença crônica que o fizesse encaixar no grupo de risco da nova doença. A primeira morte registrada no estado foi no dia 28 de março, de um senhor que tinha 79 anos de idade.

 

Escrito por V Guimarães

Colunista de todos os assuntos, como tv, famosos, culinaria, medicina, filmes, series, saude, bem-estar, lazer. Gosto de todos os assuntos