Ministério da Saúde divulga dados diferentes de mortes e casos por Covid-19

O primeiro balanço divulgado pelo Ministério da Saúde apontava 1.382 mortes nas últimas 24 horas. O segundo balanço divulgado apontava 525 mortes por coronavírus.

O Ministério da Saúde, soltou informações relacionadas a quantidade de vítimas da Covid-19, contaminados e mortos pela doença, porém houve diferença nos dados divulgados. O governo ainda não apresentou respostas que justifiquem essa diferença.

Foram divulgados dois balanços pelo Ministério da Saúde neste domingo. Os primeiros dados divulgados, apontavam 1.382 mortes por coronavírus nas últimas 24 horas, subindo para 37.312 o número de vítimas fatais pela doença.

PUBLICIDADE

O segundo balanço divulgado, marcava 525 mortes, subindo para 36.455 o número de vítimas por Covid-19 no Brasil. Os balanços da apuração de óbitos totalizados nas últimas 24 horas, divergiram em 857 pessoas.

Primeiro balano do coronavrus divulgado no domingo 7 Foto Reproduo

PUBLICIDADE

A quantidade de pessoas confirmadas ao Covid-19, também apresentou diferença. Em primeira informação, o número de casos confirmados para a doença, mostrava 12.581 casos confirmados, totalizando em 685.427 o total desde o início da pandemia.

No painel do ministério, os números registrados para casos confirmados nas últimas 24 horas, eram de 18.912 casos, totalizando 691.758 casos confirmados no país.

Segundo balano do coronavrus divulgado no domingo 7 Foto Reproduo

Na última sexta-feira, o ministério apresentou mudanças no modo de divulgar os dados indicadores da doença, ocultando alguns dados consolidados. No sábado, o presidente da República, Jair Bolsonaro, confirmou a informação, de que o governo adotou uma nova medida de informações para a Covid-19.

Segundo informou o presidente, as rotinas e fluxos, estão passando por uma adaptação que garanta informações precisas dos dados diários, o que necessita aguardar os relatórios estaduais e a análise dos dados.

O Ministério da Saúde decidiu por divulgar os dados as 22h, permitindo que o procedimento fosse completamente realizado, evitando que houvesse subnotificação e inconsistência nas informações, já que entre as 17h e 19h corria esse risco. Ainda de acordo com Bolsonaro, os fluxos estão sendo padronizados para que haja mais precisão nas informações.

Antes das mudanças, o painel do ministério, mostrava os números totais de infectados pela doença. Agora, os dados apontam apenas os números registrados nas últimas 24 horas para recuperados, novos casos e quantidade de óbitos pela Covid-19.

 

Escrito por Luh Me

Colunista de notícias, dedicada a Tv e famosos, notícias, entretenimento, saúde, receitas culinárias e curiosidades.