Mulher de 36 anos foi abandonada em estrada após ter o rosto desfigurado e o acusado é o companheiro

Jane foi abandonada em uma estrada depois de ter sido espancada a ponto de ficar com o rosto totalmente desfigurado.

A pouco tempo tivemos o triste caso da paisagista Elaine Caparroz de 55 anos que foi brutalmente agredida pelo estudante de direito Vinícius Serra de 27 anos, agora mais um caso de tentativa de feminicídio foi registrado em Dores do Rio Preto, Sul do Espírito Santo.

De acordo com a Polícia Civil, a vendedora Jane Cherubim de 36 anos, sofreu uma tentativa de feminicídio na madrugada desta segunda-feira (4).

PUBLICIDADE

Ela foi espancada pelo seu companheiro e abandonada em uma estrada inconsciente, com o rosto totalmente desfigurado. A vítima encontra-se internada no Hospital de Carangola, em Minas Gerais, apesar de está muito machucada, ela não corre risco de vida.

PUBLICIDADE

Ricarte Teixeira é o delegado responsável pelo caso, ele informou que o suspeito companheiro da vítima Jonas Amaral de 34 anos, ainda não foi localizado, mas que já foi expedido o mandado de prisão contra ele.

Ainda se acordo com o delegado, o casal estava há um ano e meio junto e morava na cidade de Espera Feliz, em Minas Gerais, no entanto devido ao um trabalho temporário, estavam na localidade de Pedra Menina, em Dores do Rio Preto, Caparaó capixaba.

O crime teria sido motivado por ciúmes

O irmão de Jane relatou ao delegado em depoimento que Jane nunca se queixou do companheiro, mas que ele sempre se demonstrou muito ciumento.

“Ele disse que tudo isso foi uma surpresa, porque a irmã nunca tinha reclamado de Jonas, nunca tinha feito qualquer comentário”, falou.

Segundo testemunhas o casal  teria saído de uma festa e, em determinado momento, o suspeito teria puxado Jane para dentro do carro e saiu e seguindo outra direção do caminho que costumavam fazer.

O irmão de Jane Cleiton Cherubim de 33 anos, ficou preocupado e tentou ligar várias vezes para falar com sua irmã, mas ela não atendia, ele ficou ainda mais preocupado, pois ela não fazia isso, foi quando Jonas retornou a ligação revelando o que havia feito.

“O irmão contou, em depoimento, que o Jonas mandou uma mensagem para ele falando que Jane não soube valorizá-lo, que tinha feito o que fez porque havia sido traído”, relatou o delegado.

Depois de ter recebido a mensagem eles iniciaram buscas na região, o delegado explicou que ela foi encontrada na estrada pelo irmãos da vítima e o pai do suspeito. O pai do suspeito revelou em seu depoimento que Jonas havia ligado para ele muito nervoso, contando o que tinha feito.

“Ele ainda contou para o pai que, depois do que fez, tinha a intenção de tirar a própria vida”, disse o delegado.

Buscas estão sendo feitas por Jonas Amaral no Espírito Santo e também em Minas Gerais. Quem tiver alguma informação sobre o suspeito, pode entrar em contato com a polícia através do Disque Denúncia 181 ou pelo 190, com sigilo e anonimato garantidos.

O delegado já pediu a prisão do agressor à Justiça. Se condenado, ele pode pegar até 20 anos de prisão por tentativa de feminicídio.

 

Escrito por Pedro Machado

Apaixonado por marketing digital, colunista em diversos sites e páginas do facebook. Trabalhando como redator autônomo há mais de 5 anos. Contato: [email protected]