Mulher de homem negro morto no Carrefour, revela quais foram as suas palavras antes de morrer e emociona

Milena revelou que o marido implorou por ajuda enquanto estava sendo espancado: "Milena, me ajuda", pediu ele.

Na noite de quinta-feira, dia 19 de novembro um crime brutal aconteceu no Supermercado Carrefour de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

Onde um homem negro identificado por João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, teria sido espancado até a morte por dois seguranças do local. O crime deixou a todos chocados.

PUBLICIDADE

Milena Borges Alves, de 43 anos de idade é a esposa do de João Alberto, e na manhã dessa última sexta-feira, dia 20 de novembro, ela deu uma emocionante declaração a rádio Gaúcha.

Milena contou que estava pagando no caixa, nesse tempo o marido teria descido na frente dela, quando ela desceu ela já avistou seu marido imobilizado, e nesse momento ele disse: Milena, me ajuda, ela tentou ajudar, mas foi empurrada pelos dois homens.

PUBLICIDADE

Tudo iniciou quando o homem fazia compras com a esposa no mercado e ele teria feito um gesto para a fiscal de caixa, então ela acionou os seguranças que o levava para fora do mercado começando a agredir ele.

Os seguranças de 24 e 30 anos foram presos em fragrante, um deles é policial militar, a investigação segue como sendo um crime de homicídio qualificado.

No vídeo que circula nas redes sociais, é possível ver o homem recebendo socos em seu rosto enquanto estava no chão. Mesmo estando sangrando os seguranças ainda o imobilizava.

As imagens causaram grande indignação e muito revolta nas redes sociais, o caso segue sendo investigado, em nota o supermercado Carrefour lamentou o ocorrido e diz que não apoia esse tipo de conduta.

Escrito por Margareth Santos

Gosto de dedicar uma parte do meu tempo levando noticias e informações através de matérias relacionadas a tudo, inclusive de saúde, culinária, famosos e do mundo da maternidade.