Mulher dá à luz bebê para a irmã que não pode ter filhos:”Lindo e saudável”, diz mãe

Nasceu Dante, o bebê gerado pela tia para a irmã, que não pode gerar filhos.

Nesta manhã de quinta-feira (18), o sonho da servidora pública Solana Guimarães, se tornou realidade ao fim de dez anos. A mulher não conseguia segurar a gestação, e a irmã, se ofereceu para gerar o filho para ela, e o pequeno Dante, nasceu nesta quinta às oito horas e quarenta e seis, com três quilos e seiscentas gramas, e com quarenta e nove centímetros.

Solana realiza o sonho de carregar um filho no colo ao fim de dez anos. Anaterra Guimarães, irmã de Solana, gerou o sobrinho para a ela, e passa bem. Solana acompanhou todo o processo no bloco cirúrgico.

PUBLICIDADE

A mãe de Dante, falou que foi muito emocionante, e não conseguiu segurar as lágrimas. Ela disse ainda, que viu a irmã trazer o filho dela ao mundo de presente. Ela falou ainda, que cortou o cordão umbilical. Que a emoção foi muita. Ele é muito lindo e saudável, diz emocionada.

PUBLICIDADE

Solana, já realizava tratamento para tentar engravidar desde dois mil e doze. Após passar por nove fertilizações in vitro, ela ficou grávida seis vezes, mas nenhuma gravidez resistiu.

Solana conta ainda, que escutava o coraçãozinho. Diz ainda que não passava uma semana, ela já sofria aborto espontâneo. Solana conta que isso ocorreu diversas vezes. A mulher diz ainda, que ela e o marido passaram por várias clínicas de fertilização em BH e SP. Mas após várias tentativas, Solana foi diagnosticada pelos médicos com uma alteração no útero.

Ela conta que o problema dela, não tem qualquer tipo de diagnóstico, que se trata de uma incompatibilidade no útero dela. Que, além disso, realizaram vários exames, para saber se os embriões estavam saudáveis, mas todos eles também tinham problema.

Naquela altura, a irmã, já se colocava a disposição, para se tornar barriga solidária, mas o casal não era de acordo. Ela conta, que um dos motivos, era que a gravidez, mexe muito com a vida da mulher, corpo e rotina. E que a irmã, já era mãe de uma menina, e ambos não estavam a vontade de aceitar que ela fosse gerar outro filho. Para evitar que ela tivesse trabalho.

Mas já no ano passado em julho, o casal acabou por aceitar. A tia de Dante, contou ao G1, a satisfação que tem de ter realizado o sonho da irmã. Ela conta que se sente realizada. Que fez tudo pela irmã, e que foram muitas perdas que ela sofreu, e que todos sofreram bastante. Ela diz ainda, que está podendo contribuir com a felicidade dela.

 

 

 

Escrito por Carla Sofia

Sou especialista em Receitas, dicas e saúde! Gosto sempre de estar atualizada de novas receitas e formas medicinais!