Na Bahia prefeito cria polêmica ao exigir a reabertura do comércio e usar expressão dura: “Morra quem morrer”

Em nota a prefeitura disse que as palavras foram mal interpretadas,

No estado da Bahia na cidade de Itabuna, o prefeito gerou uma polemica quando falou sobre a reabertura do comércio, ele afirmou que no próximo dia 9, o comercio estará aberto morra quem morrer.

Devido a pandemia o comercio está fechado, o prefeito da cidade usou essa expressão para reabrir o comercio, ele usou as redes sociais para se explicar, dizendo que foi mal interpretado, só está expressando que o comércio precisa ser aberto porque a economia se encontra em falência.

PUBLICIDADE

O Prefeito Gomes anunciou a data da reabertura do comércio e disse em primeiro lugar a luta é pela vida, não existe pobreza nem riqueza, não tem nada, não posso iniciar uma coisa sem cobertura, tanta gente morrendo na cidade de Itabuna, eu vou transferir a abertura não será mais dia primeiro, mas no dia 8, já enviei um decreto que a partir do dia 9 todo o comércio vai abrir, morra quem morrer, aí vai ter mais leitos para atendimento.

Em nota a prefeitura disse que as palavras foram mal interpretadas, isso é ser irresponsável com todos os leitos ocupados e abrir o comércio, disse que ninguém ficará sem atendimento e esse houver necessidade irá transferir os doentes para outro município.

PUBLICIDADE

O governador do Estado foi questionado pela imprensa a respeito do prefeito, ele relatou que havia conversado com ele e pedido para que não reabrisse o comércio, Itabuna está com um número elevado de contaminados e de morte, se abrir o comércio o número vai crescer ainda mais.

O governador disse: Pedi para ele não abrir e ele não vai abrir, o governador relatou que havia ligado para ele e na conversa falou que estava com 80 anos e nunca viveu uma situação como essa e está muito pressionado. Itabuna está com quase três mil casos confirmados da covid-19 e já são 58 mortes pela doença.

 

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.