Namorada não aceita o fim do relacionamento e ateia fogo em rapaz que falece com 40% do corpo queimado

Logo depois de sua prisão Alessandra confessou o crime, mas disse para a polícia que agiu em legítima defesa porque estava recebendo ameaças de Luan.

A jovem disse para a polícia que pegou a garrafa de álcool para amedrontar o ex-namorado na intenção de que ele fosse embora.

Alessandra também disse que como estava com o isqueiro aceso aconteceu a explosão que deixou o jovem gravemente ferido.

Alessandra foi encontrada pela polícia em Guaratiba que fica cerca de 50 km de distância de onde ocorreu a briga entre o casal. Ela irá responder por homicídio doloso qualificado e sua prisão preventiva foi expedida e o caso segue investigado pela polícia.

 

Via: extra.globo.com

Escrito por Cláudia Lm

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.