“Neste dia das mães, invés de dar, ganhamos o presente”, diz filho de idosa curada de Covid-19: “Mas o triste é dar a notícia que a filha não resistiu”

Mulher de 84 anos vence a luta contra o novo coronavírus, mas infelizmente recebe a triste notícia que perdeu a filha especial com a doença.

Dona Maria da Conceição de 84 anos, festeja o dia das mães, um dia antes soube que venceu a batalha contra o novo coronavírus.

Mas infelizmente a boa notícia durou pouco, ela esteve 22 dias internada, recebeu alta e vai passar esse dia especial da mãe juntamente com os filhos. Mas entretanto a sua filha uma pessoa especial que tinha o síndrome de down, não resistiu na luta contra a doença.

PUBLICIDADE

A família reside em Mossoró, um dos seus filhos Airton de Castro conta que “invés de ser os filhos a dar presente à mãe, são eles que ganham o presente de passar esse dia com a mãe”.

Segundo ele, a idosa está a se recuperar bem, e continua em repouso em casa. Mas infelizmente nesses vinte e dois dias, que ela esteve internada acabou por perder a sua filha Anaísa Silva de Castro também com Covid-19.

PUBLICIDADE

Dona Maria, só soube do falecimento da filha, um dia antes de ter alta e regressar a casa, ela soube no dia (7) e saiu no dia (8).

“Demos a notícia com ajuda de uma psicóloga e foi ela que nos ajudou como deveríamos dar a noticia sobre Anaísa. Pois para ela seria um choque, sem estarmos preparados para dar assim. Ela também fez parte lado a lado desse momento complicado. Foi muito difícil. No inicio a minha mãe, disse que não acreditava”, recorda.

Depois de vinte dias entubada na UTI, a idosa abandonou a UTI na quarta-feira(6). A sua filha Anaísa, ficou doente após dois dias da mãe. Mas acabou por não resistir. Dona Maria, nem sabia se a sua filha também estava infectada com a doença.

A idosa foi hospitalizada no dia 16 de abri, e de imediato foi colocada na Unidade de Terapia Intensiva, já sedada e entubada respirando com ajuda de aparelhos. A filha ficou doente dois dias depois.

Anaísa, também teve que ser internada na UTI, porém veio a óbito um dia depois, a 21 de abril. O irmão conta que ela, era a maior preocupação da mãe, devido a ser uma pessoa portadora de uma doença especial. Ele lembra que antes de a mãe ser entubada, lhe pediu que jamais deixasse que a filha fosse infectada com o vírus.

Airton e outra irmã, também ficaram infectados com a doença, mas porém ambos estão bem. Eles dois e anaísa eram os únicos irmãos vivos dos 10 filhos de Dona Maria, e moravam junto com a mãe.

“A cura da nossa guerreira, é o nosso maior presente. Agora vamos todos passar esse dia especial da mãe, junto dela em casa”, finaliza Airton.

Escrito por Carla Sofia

Sou especialista em Receitas, dicas e saúde! Gosto sempre de estar atualizada de novas receitas e formas medicinais!