Número de pessoas infectadas pela Covid-19 em festas pode aumentar em até 80%

Parauapebas, um município com mais de 200 mil habitantes, que percebeu que o número de contaminados multiplicou muito rápido.

Uma pesquisa realizada pela “Testes Moleculares” no Pará, constatou que durante eventos sociais como festas, as pessoas deixam de se proteger contra a covid-19, isso causa um grande impacto na disseminação do vírus.

Segundo a estatística, o número de contaminados chega quase a duplicar, o número de positivos passa de 20% para 37%. Alexandra Reis, diretora científica explicou que a disseminação acaba tendo impacto em toda a população, os contaminados se multiplicam muito rápido.

PUBLICIDADE

Alexandra citou o exemplo de Parauapebas, um município com mais de 200 mil habitantes, que percebeu que o número de contaminados multiplicou muito rápido, isso porque estão realizando o teste RT-PCR, que é capaz de identificar o vírus desde o primeiro dia.

Nas festas também de acordo com a diretora científica possui um grande risco de contaminação, devido à presença de assintomáticos, muitas pessoas não sabem que estão contaminadas, relaxam na prevenção e disseminam a doença, alerta Alexandra.

PUBLICIDADE

De acordo com algumas publicações, mais de 40% da população pode estar infectada com a covid-19, são assintomáticos.

A Secretaria de Saúde afirmou que o estado do Paraná, quer aumentar a quantidade de analises, de acordo com o secretário Beto Preto, o laboratório central do estado tem capacidade de realizar 500 testes por dia, estão querendo que este número cresça para que seja zerado a fila de espera dos resultados de exames.

O secretário reforçou as medidas adotadas para combater o novo coronavírus.

 

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.