Operação policial encerra festa com 700 pessoas em imóvel alugado de Elba Ramalho

O imóvel pertence à cantora Elba Ramalho. Em seu perfil do Instagram

O imóvel pertence à cantora Elba Ramalho. Em seu perfil do Instagram ela afirma que não teve noção de que as pessoas que ali alugaram seu imóvel fosse praticar tal atrocidade em realizar uma festa na pandemia com decreto do isolamento social.

A festa particular foi fechada em flagrante pela polícia em uma casa de alto padrão na cidade de Trancoso no interior da Bahia. O evento consistia em média mais de 699 pessoas.

PUBLICIDADE

Na madrugada desta terça dia 29, na casa da cantora Elba Ramalho. Ela menciona que o imóvel estaria alugado para demais turistas. Ela afirma que não participou do evento e também não reconhecia como tal.

A (secretaria de segurança pública da Bahia), informa que a situação foi levada com total sigilo, mas que a mesma (proprietária) revelou ser dona da casa.

PUBLICIDADE

O imóvel foi alugado pelos turistas no dia 25 até o dia 4 de janeiro do ano que vem, o intuito dos moradores era de realizar eventos festivos até a virada do ano para dia 4.

A cantora também informa que conhece todos os turistas que vinheram de “SP”, mas não intermediou o acesso do aluguel diretamente com eles, “Eu sei quem são, mas não fiz nada em relação de contrato com eles”.

A cantora também comentou de ataques que veio recebendo sobre o movimento agressivo em sua casa, o fato dela vir o público foi que noticiários na “web” realizaram notícias “Fake” sobre ela estar envolvida na festa.

Além deste evento a corporação militar também fechou outras festas de grande porte no condomínio de alto padrão, o local das festas seria um dos pontos cruciais de turismos.

A casa foi alvo de denúncias por conta das festas em sequência desde o final de semana 28/12, quando um imóvel em Trancoso foi fechada por conta de aglomerações.

Escrito por Melissa Lopes

Trazendo "De tudo um pouco" por aqui. Relacionamento, curiosidades, notícias, receitinhas que amamos! Seja bem vindo!