Padrasto pisou no pescoço do menino de 7 anos enquanto o afogava na lama para que a criança não pedisse socorro

Danilo sumiu no dia 21 de julho, dizendo para mãe que estava indo na casa da avó e desapareceu, seis dias depois o corpo do menino foi encontrado no brejo no meio da Lama.

O principal suspeito da Polícia Civil, de matar o menino de 7 anos Danilo de Souza Silva, é Reginaldo Lima dos Santos.

O menino foi afogado no brejo, Reginaldo está sendo acusado por tentativa de feminicídio contra a mãe do menino Graciane Almeida da Silva, além de acusado de matar a criança, tem um processo de feminicídio, que tramita desde outubro de 2018 no Juizado de violência doméstica e familiar contra a mulher.

PUBLICIDADE

Reginaldo foi preso preventivamente, o delegado Rilmo Braga, disse que o suspeito tentou matar a mãe do menino de 7 anos e a investigação passou para delegacia da mulher.

Danilo sumiu no dia 21 de julho, dizendo para mãe que estava indo na casa da avó e desapareceu, seis dias depois o corpo do menino foi encontrado no brejo no meio da Lama.

PUBLICIDADE

Três dias após ter encontrado o corpo do menino, Reginaldo e o servente de pedreiro Hian Alves de Oliveira, foram presos suspeitos de matar o garoto.

A Polícia Civil informou que o padrasto não gostava da criança e havia se desentendido com ele, o servente de pedreiro disse que auxiliou no assassinato de Danilo por motivo financeiro.

Na delegacia, Reginaldo negou ter matado o menino, mas segundo o servente de pedreiro, confessou que segurou Danilo para que o padrasto o espancasse, depois saiu e deixou os dois na mata, Hyan receberia um carro e uma moto como pagamento.

 

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.