Padre de Goiás se torna celebridade e movimenta fortuna com negociações suspeitas

Com a sua carreira de cantor, o padre Robson conseguiu conquistar a posição em que seu álbum ficou como o quinto mais vendido do Brasil no ano de 2011, chegando à frente de artistas como Beyoncé e Justin Bieber. Além disso, com todo êxito que obteve com a sua carreira como apresentador, o padre chegou a criar até mesmo uma rede de televisão, conhecida como TV Pai Eterno.

A popularidade do religioso cresceu muito na internet ao ponto de que ele conquistou cerca de 4,8 milhões de seguidores. Além destas funções, padre Robson também investiu na de empreendedor, e devido a isso, decidiu erguer a basílica na cidade de Trindade, localizada na região metropolitana de Goiás.

PUBLICIDADE

Todas as atividades que são feitas pelo padre Robson de Oliveira Pereira, de 46 anos de idade  aconteciam através da Associação Filhos do Pai Eterno (Afipe), que é uma instituição que foi criada pelo próprio religioso, responsável por ter movimentado R$1,7 bilhão desde 2011, tendo como ponto de partida a obra da basílica, que até o presente momento ainda se encontra em andamento.

Mas, agora, as negociações que estão sendo feitas pela entidade em que padre Robson é o responsável, estão sendo alvo de uma operação comandada pelo Ministério Público de Goiás, que iniciou na última sexta-feira (21), onde estão sendo apurados crimes de apropriação indébita, organização criminosa, além de lavagem de dinheiro e também ocultação de bens e dinheiro.

PUBLICIDADE

 

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.