Padre Manzotti opina: “coronavírus não é castigo de Deus, é ação errada do homem”

O padre lançou nesta última semana seu novo DVD “Tempo de Inovar”

Reginaldo Manzotti é considerado por muitas pessoas como sendo o ‘padre do pop’. Nesta semana ele lançou o seu mais novo DVD, “Tempo de Inovar”, onde ele reforçou o seu papel de religioso que sabe conversar com os jovens.

O padre conversou com a coluna de Leo Dias, e falou um pouco mais a respeito de sua visão do momento em que vivemos atualmente, e como devemos nos portar neste momento de isolamento social para conter a pandemia do coronavírus.

PUBLICIDADE

Em conversa com o colunista, o padre declarou que a única certeza que ele tem no momento é de que tudo isso irá passar. Ele ainda pede que tenham paciência, e procurem fazer coisas boas, além de planejar a vida pós-pandemia.

Ele ainda ressalta que isso é essencial para a juventude, que está cheia de energia e futuro pela frente em suas vidas, para que agora possamos aprender com tudo que estamos vivendo para construir juntos um mundo com mais fraternidade.

PUBLICIDADE

Manzotti ainda ressaltou que em vários momentos ele ouviu falar atualmente que o covid-19 é um castigo de Deus, no entanto ele rebate afirmando que Deus é bondado e que não devemos tirar esta responsabilidade do homem agora.

O padre ainda ressalta, que é mais fácil pensar que isso é um castigo de Deus, e que desta forma se desvia da humanidade a responsabilidade das ações erradas cometidas. O padre ainda deixa claro que Deus não manda sofrimento, porém pode permitir não para nos castigar, mas para poder corrigir, como um Pai que ama seus filhos.

Ciente de que muitos homens estão enfrentando dificuldades para obedecer este momento de quarentena, Manzotti diz que furar o isolamento não é considerado pecado, mas pede que todos sigam as recomendações que estão sendo feitas neste momento pelos órgãos competentes.

 

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.