Pai de sobrevivente de massacre em Suzano é assassinado em shopping

Vítima teria saído mais cedo do trabalho para levar a filha ao psicólogo

O pai de uma das adolescentes que sobreviveu ao massacre na escola Raul Brasil, em Suzano (SP), foi assassinado a tiros na última sexta-feira (15).

Maurício Martins dos Santos, de trinta e oito anos, trabalhava como segurança no Shopping Metrô Itaquera, situado na capital paulista, e havia saído mais cedo para levar a filha ao psicólogo.

A polícia informou Gustavo Santos da Silva, de 22 anos, Marcos Henrique Nakamura, de 24, e Wesley Lima, de 20, abordaram a vítima no estacionamento do centro de compras enquanto ele pegava a sua moto.

Eles roubaram o veículo de Maurício e atiraram. Ferido, foi encaminhado para uma unidade de saúde, porém não resistiu aos ferimentos. Os suspeitos tiveram prisão decretadas, mas ainda não foram encontrados.

Em nota enviada, o shopping falou que “transmite sua solidariedade aos familiares do prestador de serviço”, e que “colabora com as autoridades locais”.

  Burger King vai dar lanche de graça a quem “queimar” anúncio do McDonald’s

Uma tática de comunicação que o Burger King vem ultilizando há pelo menos 3 anos nos Estados Unidos – a provocação ao seu principal concorrente, o McDonald’s – tinha realizado uma transição tímida no Brasil, pelo menos até agora.Clique na seta abaixo, após a publicidade, para continuar lendo a matéria.

PRÓXIMA PÁGINA
1 / 3