Pai joga o filho bebê no rio por acreditar que ele estava se tranformando no demônio

Um homem foi considerado culpado pela morte do próprio filho, de 11 meses, por jogar o bebê no rio. Zakari Bennett-Eko morreu após ser retirado do rio Irwell em Radcliffe, na Inglaterra, em setembro do ano passado.

Um homem diante do tribunal foi considerado culpado pela morte do filho de 11 meses, Zacari Bennett Eco de 23 anos, jogou o próprio filho bebê no rio Irwell em Redcliff na Inglaterra.

O crime ele aconteceu em setembro de 2019, Zak falou no tribunal que acreditava que o filho estava se transformando em um demônio, o jovem foi condenado por homicídio culposo.

PUBLICIDADE

O homem sofre de esquizofrenia paranóica e será preso em um centro clínico, o julgamento durou 6 dias o jurados ouviram que o pai saiu de casa com o filho em um carrinho de bebê, ele passou por duas mulheres com os olhares de demônio e falaram para ele jogar o filho no rio.

Várias pessoas estavam no rio, eles viram o homem jogando o bebê na água, poucas horas depois Zak foi preso.

PUBLICIDADE

O promotor contou que a esposa de Zak estava grávida de 8 meses, ela falou que ele precisava cuidar de si mesmo pois ela não iria conseguir cuidar dele e de dois bebês, talvez essa informação tenha criado tudo isso na mente de Zacari.

O jovem falou em depoimento que viu as pernas do bebê se transformando em demônio e por isso jogou a criança no rio, o rapaz foi diagnosticado com psicose.

Três dias antes de tirar a vida do filho ele pediu para ser internado no Hospital Psiquiátrico, mas ele saiu antes de ser avaliado, o psiquiatra do rapaz disse que ele hesitou no momento de jogar a criança no rio.

O juiz considerou essa hesitação um ponto importante na hora do julgamento, pois isso indica que o réu sabia que estava prestes a fazer uma coisa terrível, por isso ele deve ser condenado.

 

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.