Pai, mãe e filha não resistem às complicações de Covid-19 e morrem à espera de leito no interior de SP

Família estava hospitalizada na Santa Casa de Urânia (SP).

Após esperarem por um leito para a Unidade de Terapia Intensiva, para tratamento do novo coronavírus, três pessoas do seio da mesma família morreram no interior de SP.

Teresa Alice Ferreira Ferraz, de setenta e quatro anos, procurou o (UPA)Jales (SP) na passada quinta (4). Dois dias depois, ela acabou por ser transferida para a Santa Casada de Urânia, onde não resistiu após complicações da doença e morreu no mesmo dia.

PUBLICIDADE

José Martins Ferraz, de setenta e seis anos, também foi transportado no domingo (7), para a mesma unidade de saúde, onde a esposa se encontra, com suspeita de AVC. Onde não resistiu após três dias internado.

A filha do casa, Márcia Regina de cinquenta e um anos também precisou de dar entrada na mesma unidade, onde já estavam os pais, no mesmo dia que o pai precisou de ser internado.

PUBLICIDADE

Mas não resistiu à doença do novo coronavírus. Ela ainda passou por entubação mas acabou por morrer quatro dias depois.

Segundo a unidade de saúde, o pedido de transferência da família foi realizado através do (cross). Mas no momento não existia qualquer vaga disponível. A família realizou o teste e todos eles deram diagnostico positivo, para a doença, incluindo o idoso, que tinha dado entrada na unidade hospitalar onde tudo indicava estar a sofrer de Acidente Vascular Cerebral.

A Secretaria de Saúde Estadual, através de uma nota, informou que a (Cross), deu inicio a busca de vagas para os casos mencionados na reportagem, mas os quadros dos três membros da família já eram graves, no qual eles ainda tinham históricos de comorbidades, como obesidade, hipertensão e diabetes.

Escrito por Carla Sofia

Sou especialista em Receitas, dicas e saúde! Gosto sempre de estar atualizada de novas receitas e formas medicinais!