Pai mata filhos de 6 e 9 anos e tenta tirar a própria vida em São Paulo

Menino morreu na casa da família e menina foi levada até um pronto-atendimento, mas não resistiu. Pais das crianças estavam se separando

Duas crianças foram baleadas pelo pai, de 48 anos, que tentou suicídio após crime, no Jardim Sapopemba, zona leste de São Paulo, por volta das 20h35 desta segunda-feira (4).

O filho, de 9 anos, morreu dentro da casa da família. A irmã dele, de 6 anos, foi levada até o pronto-atendimento São Mateus, na zona leste, mas não resistiu aos ferimentos.

PUBLICIDADE

Quando soube das mortes, a mãe das crianças passou mal e também precisou ser levada ao local.

O homem está internado, em estado grave, no Hospital Estadual de Sapopemba. O casal estava em processo de separação e era dia de o pai de ficar com os filhos.

PUBLICIDADE

O lugar do crime foi isolado para o trabalho dos peritos e, durante a madrugada, a polícia ainda ouvia o depoimento dos familiares para tentar explicar como tudo aconteceu.

A ocorrência foi registrada no 69º Distrito Policial Teotônio Vilela.

Em nota, a SSP (Secretaria de Segurança Pública) informou que as investigações estão em andamento.

“O caso foi registrado como homicídio e tentativa de suicídio no 69º Distrito Policial (Teotônio Vilela). Foi solicitado perícia ao local e exame de IML às vítimas, de 6 e 9 anos, e ao autor, de 48. As investigações prosseguem”.

Homem é atacado e teve a vida tirada por leão que criava no quintal

Um homem morreu ao ser atacado por um dos leões que criava no quintal de casa na cidade de Zechov, no leste da República Tcheca.
Michal Prasek, de 33 anos, era dono de dois leões – um macho de nove anos, autor do ataque, e uma fêmea mais nova -, o que era motivo de preocupação dos vizinhos.

O pai encontrou o corpo do filho dentro da jaula e contou à imprensa local que ela estava trancada por dentro.

Os animais – que viviam em compartimentos separados – foram mortos a tiros pela polícia, que alegou ser a única maneira de recuperar o corpo.

Polêmica

Prasek adquiriu o primeiro leão em 2016 e, um ano depois, comprou uma leoa pensando na reprodução dos animais. Ele próprio construiu as jaulas no quintal da casa onde morava com a família.

A criação desses animais gerou preocupação por parte dos vizinhos e resultou em uma intervenção fracassada das autoridades, que não encontraram razões legais para forçá-lo a desistir da ideia.

As licenças para construção das jaulas foram negadas e, consequentemente, Prasek foi multado pela criação ilegal de animais.

Mas o embate chegou a um impasse depois que ele se recusou a permitir que entrassem em sua propriedade.

Como não havia instalações alternativas para realocar os leões, tampouco provas de que estavam sendo maltratados, as autoridades não podiam levá-los à força.

O caso ganhou as manchetes dos jornais locais no verão passado, quando um ciclista colidiu com a leoa enquanto Prasek passeava com ela amarrada a uma corrente.

A polícia interveio, mas o incidente foi considerado um acidente de trânsito.

Escrito por Pedro Machado

Apaixonado por marketing digital, colunista em diversos sites e páginas do facebook. Trabalhando como redator autônomo há mais de 5 anos. Contato: [email protected]