Pais são detidos após serem suspeitos de entregar a própria filha de 11 anos para ser abusada em troca de dinheiro e álcool no Maranhão:” Em troca de dinheiro e bebida levavam a própria filha para os atos”, disse delegado

O suspeito do abuso também foi detido.

Nessa quarta-feira (28), um casal foi detido, depois de serem acusados de entregar a própria filha, uma criança de apenas onze anos, para que ela fosse abusada por um homem. O crime ocorreu na zona rural da cidade de Buriti Bravo, que fica aproximadamente a quinhentos quilômetros de São Luís.

A 12° Delegacia Regional de São João dos Patos, com a ajuda da delegacia da cidade, ajudou a cumprir os três mandatos de prisão emitidos. As detenções tiveram lugar num povoado, situado na zona rural de Burito Bravo.

PUBLICIDADE

De acordo com Carlos Eduardo, titular da Delegacia local, disse que as investigações tiveram inicio depois de receberem a informação que de fato, no dia dezasseis de abril, através da entidade de proteção de crianças, de Buriti Bravo, foi informada a notícia desse crime de abuso onde uma criança de onze anos estaria envolvida.

A partir desse momento, as investigações deram inicio. De acordo com a polícia, contra dos detidos pesa a acusação de estupro vulnerável, favorecimento à prostituição, abandono material e maus-tratos às crianças.

PUBLICIDADE

Segundo consta nas investigações, os próprios pais da menina a levavam para a casa do autor de abuso, onde os abusos ocorriam. Os pais da menina, entregavam a filha como objeto para o suspeito em troca de dinheiro para consumo de bebida alcoólica.

O delegado destacou ainda, que tal situação deixou ainda as autoridades mais preocupadas, nesse caso no qual um dos aliciadores eram os próprios progenitores. Como forma de obterem bebida alcoólica, e dinheiro, levavam a própria filha até casa do abusador, onde ocorria as relações intimas.

Segundo a polícia, além da criança que era submetida a abusos, na casa do casal viviam mais outras cinco crianças, entre elas com idades entre dois e nove anos, que também eram vítimas de maus.tratos e abandono por parte dos pais.

Várias autoridades participaram na operação. Segundo a mesma fonte as investigações continuam , devido a existir indícios que indiquem que as outras duas filhas do casal, também foram aliciadas.

Carlos Eduardo, delegado, em suas palavras explicou que com o avançar das investigações, que eles descobriram que a criança de onze anos, tinha mais duas irmas uma de treze outra de quinze anos. No qual ainda existia uma suspeita que elas teriam abandonado a residência dos pais, devido a esses aliciamentos, por parte dos próprios. No caso, a irmã mais velha só era vítima através da mãe.

Com o desvendar das investigações, é possível saber mais provas, e mais detalhes. Ele disse ainda, que irá continuar com as investigações, e tentar esclarecer se existe mais vítimas envolvidas e outros possíveis autores, conclui.

De acordo com Carlos Eduardo, desde que a investigação iniciou, conseguiram colocar a criança a cargo de um parente próximo. E com a detenção dos pais, o Conselho Tutelar, foi chamado para tomar conta do acolhimento das outras cinco crianças, que viviam com o casal.

 

Escrito por Carla Sofia

Sou especialista em Receitas, dicas e saúde! Gosto sempre de estar atualizada de novas receitas e formas medicinais!