Pastor Everaldo, que batizou Bolsonaro no Rio Jordão é preso na manhã desta sexta-feira (28)

 

O conhecido pastor Everaldo começou o essa sexta-feira, dia 28 de agosto, sendo preso após as investigações da Polícia Federal apontarem para o presidente nacional do PSC em um esquema de corrupção, desvio e lavagem de dinheiro. Ele estaria desviando dinheiro da saúde no estado do Rio de Janeiro.

A prisão de Everaldo culminou no afastamento imediato do atual governador do Rio, Wilson Witzel. Ele foi apontado como o líder do esquema corrupto e o Superior Tribunal de Justiça (STJ), não pensou duas vezes antes de caçar o mandato de Witzel por seis meses.

PUBLICIDADE

O pastor Everaldo é famoso por diversos acontecimentos ao longo de sua carreira como político e como religioso. Nem todos são positivos, como, por exemplo, o caso da operação Lava Jato onde é acusado de ter recebido cerca de 6 milhões de reais em propina.

Em 2014 o pastor ficou muito conhecido por ter se candidatado nas eleições daquele ano, mas não foi capaz de vencer. Outro fato marcante foi o batismo do atual presidente Jair Messias Bolsonaro.

PUBLICIDADE

Dias antes da metade do mês de maio, no ano de 2016, Bolsonaro e Everaldo foram para Israel realizar um batismo ‘sagrado’ nas águas do rio Jordão. O dia escolhido foi o dia 12, mesmo dia em que o impeachment da ex-presidenta Dilma Rousseff foi autorizado no plenário.

O pastor realizou o batismo de Bolsonaro sem deixar faltar nada. Fez tudo como manda o manual e um vídeo do momento faz sucesso na internet.

No vídeo curto é possível escutar a conversa dos dois políticos. Everaldo faz diversas perguntas para o atual presidente e ele responde todas com ‘sim’.

https://www.metropoles.com/brasil/politica-brasil/presidente-do-psc-pastor-everaldo-e-preso-por-desv…

 

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.