Pastor que pregou na convenção de Gideões é levado direto para a delegacia após causar confusão no evento

O pastor foi levado do para a delegacia para prestar esclarecimento, sua versão dos fatos foi convincente.

A última edição dos Gideões Missionários da Última Hora, gravado em 04 de maio, ficou marcado por um fato inusitado, estranho e polêmico. O youtuber Zion, que estava presente no local e filmando para realizar mais um de seus vídeos, foi atacado por um pastor que participava do evento.

Segundo informações e a gravação feita pelo youtuber no próprio celular, o pastor Ademir Rosa, tirou o celular das mãos de Zion e saiu correndo, para em seguida jogar no chão e quebrar o aparelho.

PUBLICIDADE

O que mais despertou a atenção e curiosidade de todos, foi que este pastor, foi um dos pregadores do evento realizado, durante o dia 28 de abril. No ano passado o pastor também foi um dos pregadores oficiais.

Zion chamou a polícia e o pastor foi detido. Para descrever a situação, o youtuber declarou que o pastor parecia estar fora de si, totalmente transtornado de maneira que aparentava estar possuído ou embriagado. Na delegacia, Ademir foi ouvido para prestar esclarecimentos.

PUBLICIDADE

O pastor que pertence a igreja Assembleia de Deus do Paraná, apresentou para as autoridades policiais a sua versão, ele alegou ter se sentido ameaçado, no entanto, suas palavras não convencerão. O youtuber vai abrir um processo judicial contra o pastor.
Zion levou o caso para seu canal do Youtube, onde falou a respeito do assunto, esclareceu os fatos e mostrou seu aparelho de celular quebrado.

Durante o vídeo, ele aproveitou para fazer críticas aos organizadores do evento, que não analisaram a conduta do pastor antes de convidá-lo para pregar.

Estas críticas foram emitidas, pois o pastor Ademir Rosa, tem em sua ficha policial, sete boletins de ocorrência, que o acusam de agressão, ofensas, brigas entre outros.

Em uma pesquisa realizada, o youtuber também encontrou em canais de notícias como o G1, matérias polêmicas envolvendo o nome do pastor da Assembleia de Deus, apontando o homem por se envolver em confusões por estar embriagado. Zion questionou a permanência de um pastor com está índole no quadro de pastores que compõe a instituição.

O youtuber comenta ainda, acreditar que o pastor Ademir possa sofrer de algum distúrbio mental, e defendeu a análise de que Ademir pertence a uma das convenções, que Zion mais combate. O aparelho de celular do youtuber, foi totalmente destruído, matérias que seriam usados em seu canal, ficaram irrecuperáveis.

Escrito por Pedro Machado

Apaixonado por marketing digital, colunista em diversos sites e páginas do facebook. Trabalhando como redator autônomo há mais de 5 anos. Contato: [email protected]