Polêmica: Itália vai deixar pacientes do coronavírus com mais de 80 anos morrerem

A notícia causou bastante polêmica

Recentemente o surto do novo coronavírus vem causando uma serie de problemas em diversos lugares do mundo, e já é considerado pela OMS – Organização Mundial de Saúde, como uma pandemia muito perigosa.

As consequências desta doença, além de tirar muitas vidas e devastar famílias, tem causado também uma imensa queda no mercado econômico, uma vez que muitos países já decretaram quarentena obrigatória, e quem não cumprir pode pagar multa ou ser preso.

PUBLICIDADE

Na Itália por exemplo a situação se agravou bastante e medidas severas de proteção já foram tomadas para evitar a propagação deste vírus tão maléfico.

Uma notícia polêmica envolvendo a Itália acabou de ser divulgada e obteve bastante repercussão mundial, principalmente no Brasil.

PUBLICIDADE

Tudo aconteceu por conta de uma escolha tomada pelo governo do país, que decidiu que irá restringir os cuidados intensivos aos idosos que contenham mais de 80 anos de idade infectadas pelo covid-19.

Não demorou para que muitos comentários negativos fossem feitos, para as pessoas eles “serão deixados para morrer.”

A notícia veio a tona através de um documento escrito em Turim, pela famosa unidade de saúde que está a frente da operação nesta operação de combate a propagação do vírus e também de todas as outras épocas de crise.

Complementaram que alguns pacientes serão deixados para que consigam salvar quem tem mais chances de sobreviver.

O The Telegraph verificou este documento que descreve quais são os pacientes que vão ter tratamento para o coronavírus.

“Os critérios para acesso aos tratamentos intensivos em casos de emergência devem incluir a idade inferior aos 80 anos ou as condições médicas que este doente tem”, assim esta descrito em um ponto do protocolo.

Ou seja, a capacidade do paciente de se recuperar também é colocada em causa.

Fontes ligadas ao governo italiano revelou que o descrito no decreto deve ser implantado em todos os lugares do país.

Escrito por Redatora Nh

Escritora desde 2012. Sempre antenada nas redes sociais, por dentro das novidades, estudando e buscando o melhor para transmitir aos nossos leitores.