Presidiário é solto por causa da pandemia e tira a vida de uma jovem de 18 anos com muita covardia

Muitos chegaram a dizer que os direitos humanos mais parecem direitos de presidiários e bandidos

Um assunto que tem se tornado polêmico no Brasil é a libertação de presos por causa da pandemia da covid19. Muitas pessoas não concordam que o governo esteja protegendo criminosos, assassinos, enquanto isso a população sofre necessidade e são os verdadeiros presos.

Muitos chegaram a dizer que os direitos humanos mais parecem direitos de presidiários e bandidos, recentemente pela liberação de um preso por causa do coronavírus, em menos de 24 horas que havia saído da prisão, ele matou uma jovem de 18 anos e a violentou.

PUBLICIDADE

A jovem é Jennifer Hugo Modesto, ela desapareceu no mês de abril em Poços de Caldas Minas Gerais, segundo relatos da polícia ela passou por um trecho perigoso, onde tinha pouco movimento, entre o terminal de ônibus a casa dela.

O criminoso Éder Abrão Filadélfia, abordou Jennifer no caminho e a levou para um lugar isolado, segunda polícia ele só foi preso vários dias após tentar cometer o mesmo crime.

PUBLICIDADE

Após ser preso confessou que havia assassinado a garota de 18 anos e mostrou a polícia onde estava o corpo da jovem, Abrão estava cumprindo pena por estupro, estava preso no presídio que fica cerca de 80 km de Poços de Caldas, foi liberado pela justiça por fazer parte do grupo de risco, pois ele tem hipertensão.

Pelo avanço da pandemia no país, vários presídios liberaram mais de 30 mil condenados que cumprem penas durante a pandemia da covid19, segundo o Conselho Nacional de Justiça devem ser libertados todos os presos que fazem parte do grupo de risco, que não cometeram crimes graves.

Segundo o promotor Rogério José Filócomo, essa ideia de libertar um criminoso e achar que ele vai ficar quietinho em casa, se protegendo contra o coronavírus, é inocência da Justiça.

Os familiares de Jennifer relataram que ela era uma jovem extremamente tranquila, eles não conseguem nem sequer acreditar que isso tenha acontecido.

O namorado da jovem, Emanuel Peres disse que ela era amável, doce, muito sorridente e amiga de todas as pessoas da vizinhança, muitas pessoas têm relatado nas redes sociais desgosto pela Justiça, em soltar criminosos da penitenciária.

 

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.