Produtor de queijos tira a própria vida após ter toda a sua produção confiscada pelo estado

O homem teria ficado muito abalado com o grande prejuízo que teria após a perda de sua mercadoria.

Uma grande tragédia tomou conta da cidade de Rio Claro, no estado de Goiás, onde um homem acabou tirando a sua própria vida após passar por uma situação bem difícil em sua vida.

O homem era um empreendedor, ele trabalhava na área rural fazendo a fabricação de seus próprios produtos para conseguir possuir uma renda e retirar o seu sustento dali.

PUBLICIDADE

Um certo dia o homem que trabalhava na fabricação de queijos, teria feito uma grande produção que acabou sendo toda apreendida pela fiscalização estatal.

Após ver toda a sua produção de queijo sendo levada embora, o homem teria entrado em desespero e acabou atentando contra a sua própria vida.

PUBLICIDADE

Segundo informações apuradas, com essa quantidade de queijos apreendidos pelo estado, o produtor de queijo estaria levando um prejuízo de pelo menos uns 40 mil reais, sem contar as multas recebidas.

Tudo deu inicio, quando os fiscais da vigilância sanitária do estado de Goias foi acionados para irem fazer uma vistoria em um laticínio de pequena estrutura.

O estabelecimento era bem conhecido e pertencia ao Sr. João Machado, que era conhecido em toda a região como João da Queijeira, e depois da revista no local, as mercadorias precisou serem todas apreendidas, devido a “falta de documentação”.

Enquanto os queijos eram todos confiscados, João Machado não estaria aceitando toda a situação e começou a se desesperar, e acabou decidindo dar um fim na decepção e sofrimento que estava sendo submetido.

Observando que os fiscais levavam toda a sua produção de queijo embora numa caminhonete, em um ato de impulsão e desespero, o homem laçou uma corda em seu pescoço e se pendurou.

Em seguida ele se jogou dentro de uma cisterna, com o peso do seu corpo, a corda acabou se partindo e ele se despencou dentro da cisterna, o que o levou a óbito no mesmo instante.

È muito lamentável a situação, pois em um ato de desespero ele achou melhor tirar a sua própria vida, sabemos que a situação em relação ao emprego está muito difícil, e por isso muitas pessoas optam para trabalhar em casa, mas acabam sendo perseguidas.

Escrito por Margareth Santos

Gosto de dedicar uma parte do meu tempo levando noticias e informações através de matérias relacionadas a tudo, inclusive de saúde, culinária, famosos e do mundo da maternidade.