Professora de 32 anos morre vitima da covid-19; ela havia perdido sua mãe dois dias antes pela mesma doença

Na última quinta-feira, dia 18 de fevereiro, a professora perdeu a mãe de 59 anos também pela mesma doença.

Desde que a doença apareceu pela primeira vez na China em meados de dezembro de 2019, a pandemia de coronavírus infectou mais de 111 milhões de pessoas e matou 2,4 milhões.

Nos estágios iniciais da pandemia, a principal medida tomada pelos governos para controlar a disseminação do vírus foi o isolamento social.

PUBLICIDADE

Segundo dados do Ministério da Saúde, no Brasil, mais de 10 milhões de pessoas foram infectadas e 247 mil morreram em decorrência da doença.

Entre tantas mortes, a professora de geografia Maria Teresa Miguel Couto, de 32 anos de idade, morreu lutando contra a doença na noite do último sábado, dia 20 de fevereiro.

PUBLICIDADE

De acordo com informações, a professora ficou internada na unidade de terapia intensiva do Hospital Municipal São José dos Campos durante o período de 10 dias, mas devido as complicações da doença acabou falecendo.

Na última quinta-feira, dia 18 de fevereiro, a professora perdeu a mãe de 59 anos também pela mesma doença. Maria foi sepultada no cemitério municipal de Cachoeira Paulista que fica em São Paulo, no último dia 21, onde morava sua família.

Familiares da vítima contaram que Maria lecionava há mais de 14 anos e atualmente lecionava na Escola Estadual Ministro José de Moura Rezende, situada em Caçapava. Os familiares disseram que Maria não possuía comorbidades.

O Ministério da Educação do Estado de São Paulo lamentou a morte da servidora por meio de nota e informou que ela havia tomado todas as medidas necessárias no combate à doença para manter a segurança dos alunos e professores.

Escrito por Margareth Santos

Gosto de dedicar uma parte do meu tempo levando noticias e informações através de matérias relacionadas a tudo, inclusive de saúde, culinária, famosos e do mundo da maternidade.