Professora grávida de 5 meses é agredida em sala de aula por aluna de 15 anos

Ao chamar a atenção da aluna a professora foi agredida.

Na escola estadual Leny Barros em Assis São Paulo, uma professora que estava grávida de 5 meses registrou um boletim de ocorrência declarando ter sido agredida nesta última sexta-feira dia (6) por uma aluna de 15 anos de idade.

Segundo declarou a professora aos policiais, ela estava dando aula e essa jovem estava conversando muito no fundo da sala, a professora então chamou atenção da garota pedindo silêncio, nesse momento a menina decidiu sair da sala.

PUBLICIDADE

A professora a chamou e pediu para que voltasse para a sala de aula, mas a aluna ao retornar a agrediu, com puxões de cabelo, arranhões e empurrões, segundo a polícia a professora foi levada para maternidade de Assis a gestação não foi prejudicada, está tudo bem com o bebê.

O esposo da professora contou em entrevista para a TV que a profissional estava afastada do trabalho e muito abalada, já dá aulas há mais de 10 anos e nunca passou por uma situação como essa.

PUBLICIDADE

Nos próximos dias irá passar por um exame de ultrassom para verificar se está tudo bem com o bebê, a diretoria Regional de ensino de Assis informou em nota que repudia todas espécies de violência principalmente no ambiente escolar e declarou que a aluna será responsabilizada e os pais serão convocados para uma reunião na escola.

Ainda de acordo com a Secretaria de Educação o Conselho Tutelar foi informado e tomarão as medidas necessárias, informou que intensificará ações na melhoria do clima escolar. A Globo News realizou um levantamento a respeito de agressões contra professores nas escolas estaduais de São Paulo e informaram que o número tem crescido cada vez mais.

Cerca de 73%,  muitos são os professores com traumas psicológicos e outros que já abandonaram a carreira por não terem nenhuma segurança na sala de aula, pois os alunos violentos, usam estiletes, mesas, cadeiras, para atacarem os professores, segundo pesquisas da psicologia escolar, o cenário mostra perda de autoridade do professor, não está relacionada ao autoritarismo, mas em relação à autoridade respeito e admiração.

 

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.