Quadrilha de criminosos deixa R$ 1 milhão em dinheiro vivo depois de assalto e se torna motivo da alegria de oportunistas

Para a tristeza dos aproveitadores, o momento de grande riqueza durou pouquíssimas horas.

Quatro homens invadiram um prédio de uma agência bancária do município de Criciúma (SC) e teriam conseguido furtar o cofre da tesouraria. O ato criminoso chegou a ser registrado pela madrugada dessa terça-feira, dia 1 de dezembro; e ao tentar fugir, acabaram deixando mais de 1 milhão de reais em dinheiro vivo jogado pelo chão das ruas do município.

As autoridades detiveram 4 homens pelo roubo das notas deixadas pelos autores do crime. As cédulas se encontravam escondidas em 2 malas no apartamento de um. Apesar desse montante, a polícia pegou de volta cerca de 300 mil reais largados pelas ruas de Criciúma.

PUBLICIDADE

Delegado responsável pelo ocorrido, Ulisses Gabriel, justifica que os ladrões que furtaram o banco, não teriam conseguido levar o dinheiro todo, deixando pelas ruas bolsas e notas de dinheiro. No momento, a polícia vem tentando averiguar se mais criminosos estavam vinculados ao furto de notas deixadas pelas ruas do município.

O delegado diz que os assaltantes não teriam conseguido carregar o dinheiro todo, e, na verdade, teriam 4 pessoas presas ali, pois teriam se aproveitado de todo o assalto. Segundo ao delegado, as cédulas ficaram jogadas e quando sua equipe conseguiu chegar no local, já tinha uma pessoa tentando levar o dinheiro.

PUBLICIDADE

Até o momento, não temos uma quantia certa de dinheiro que os criminosos furtaram. Na intenção de realizarem o furto, utilizaram bombas, que acabaram danificando a estrutura do prédio da tesouraria, que se encontra anexada a agência bancária. Reféns chegaram ser feitos de escudos, e no decorrer da fuga, os criminosos atiraram com armas de fogo, atingindo um vigilante e um PM.

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.