Rapaz que foi preso por bater e torturar mecânico é transferido para Tangará da serra

O jovem aparece em um vídeo que foi gravado pelo seu colega apontado pela polícia como responsável pelo crime.

 

O rapaz de 20 anos chamado Gustavo Henrique Albues, que ficou conhecido em todas redes sociais e também na televisão por ter batido e torturado o mecânico, foi transferido na última terça-feira (8), para Tangará da Serra.

No qual ele se encontrava na capital do estado de Cuiabá, no qual o delegado aguardava a autorização para fazer a transferência de Gustavo.

PUBLICIDADE

A transferência foi acompanhada pela PJC de Tangará da Serra, e comandada pelo delegado da região.

Gustavo chegou à Delegacia da cidade por volta das cinco horas da tarde.

PUBLICIDADE

O jovem aparece em um vídeo que foi gravado pelo seu colega apontado pela polícia como responsável pelo crime.

No qual ele aparece batendo e torturando um mecânico dentro de uma oficina Além de tortura psicológica, ele dá tapas, socos, chutes e quebra uma garrafa de cerveja na cabeça do mecânico. Tudo isso para cobrar uma dívida que a princípio seria de R $500 e depois em entrevista disse que seria de R $2000.

A tortura contra o mecânico aconteceu no dia 3/12, foi gravada e compartilhada no Whatsapp, viralizando nas redes sociais e ganhando destaque na imprensa local, estadual e nacional.

Na região foi algo que chocou a população, já nas redes sociais o vídeo causou uma revolta por tamanha covardia, e crueldade contra o simples mecânico.

Já o outro suspeito foi preso também em uma fazenda a trinta e cinco quilômetros de Tangará, que se encontra à disposição da justiça.

Ambos vao responder pelo crime de tortura, a pena prevista e de ate 8 anos de prisão. Um crime bárbaro que deixou muitas pessoas indignadas com tanta violência e crueldade. Um crime que não pode ficar impune.

 

Escrito por Hosana Oliveira

Sou uma redatora que procura sempre estar bem informada do que esta acontecendo na mídia, faço do meu trabalho um aprendizado a cada dia