Sem dinheiro, governo desiste de pagar a 2 parcela do Auxilio Emergencial

Enquanto isso, milhões aguardam a resposta da Caixa

O ministério da cidadania informou que não vai poder adiantar a segunda parcela do auxilio emergencial de R$600, como havia sido prometido pelo ministro Onyx Lorenzoni. Essa noticia tem gerado repercussão nas redes sociais e tem deixado milhares de pessoas preocupadas com o andamento do auxilio emergencial.

De acordo com o argumento deles, há uma alta procura do auxilio o que acaba dificultando o adiantamento pois ainda não se tem uma estimativa certa de quantas pessoas irão de fato receber o beneficio, e o governo ira precisar solicitar um credito extra suplementar para conseguir realizar o pagamento do auxilio emergencial.

PUBLICIDADE

Ainda sobre o adiantamento, havia sido divulgado que a partir de hoje 23 de abril, o governo iria começar a pagar a 2 parcela. O pagamento seria realizado de acordo com o mês de aniversario do beneficiário, mas o presidente desautorizou que esse procedimento fosse realizado.

Os primeiros a receber seriam as pessoas que estão inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) e também para aqueles que se inscreveram através do site da Caixa ou pelo aplicativo, por mais que o numero de inscritos não tenha sido concluido ainda. O acompanhamento deveria ser feito através do aplicativo do banco da Caixa Econômica Federal.

PUBLICIDADE

De acordo com o banco da Caixa Econômica Federal, os beneficiários do Bolsa Familia que terão o direito ao auxilio emergencial (que não são todos), esses recebem de acordo com o dia programado para receber o bolsa. Segue o mesmo calendário que o beneficio tem. Os agentes pedem para que as pessoas não façam aglomerações nas lotericas ou no proprio banco.

O governo já se encontra com o esgotamento do dinheiro do beneficio do auxilio emergencial. Bilhões de reais foram distribuídos mas nem todos que tem direito chegaram a receber, ou melhor, ainda nem saíram da analise.

Foi mencionado que cerca de 12 milhões de pessoas que se inscreveram ainda serão avaliadas para a primeira parcela do beneficio. Ainda será divulgado o calendário do pagamento da segunda parcela do beneficio, já que as coisas estão mudando constantemente.

Essa demora da analise, ou a dificuldade de acesso ao aplicativo tem deixado milhares de pessoas insatisfeitas com o serviço do banco da Caixa.

 

Escrito por V Guimarães

Colunista de todos os assuntos, como tv, famosos, culinaria, medicina, filmes, series, saude, bem-estar, lazer. Gosto de todos os assuntos